Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Fale com a Redação

Sex , 03/08/2012 às 21:30

Festa da Boa Morte começa em Cachoeira neste sábado

Cristina Santos Pita | Sucursal Santo Antônio de Jeses

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+
  • Raul Spinassé | Agência A TARDE

    Ponto alto das celebrações em Cachoeira ocorre entre os dias 13 e 15 de agosto

Os rituais que antecedem a festa da Boa Morte, que começa na próxima segunda-feira, 13, são iniciados neste sábado, 4, em Cachoeira (a 110 km de Salvador), a partir das 10 horas, quando as 23 integrantes da irmandade homônima ao festejo saem às ruas da cidade para fazer o peditório, um rito também conhecido como esmola geral. “O ritual é simbólico pelo valor que elas arrecadam, mas a tradição é mantida”, ressalta Valmir Pereira dos Santos, administrador da Casa da Boa Morte. Segundo ele, ‘recebendo ou não donativos, elas têm que sair às ruas para o ritual, pois é um compromisso religioso’, explicou.

A esmola é a primeira de uma série de obrigações públicas e secretas que devem ser cumpridas anualmente pelas irmãs. A esmola geral é tida como um sinal de fé e humildade.  Todas elas, trajadas com batas brancas e saias coloridas, saem da sede da irmandade para pedir, no comércio e à população em geral, auxílio para a realização da grande festa em louvor a Nossa Senhora, cujo ponto alto das celebrações acontece entre os dias 13 e 15 de agosto. As doações, em dinheiro, são colocadas nas bolsas de tecido vermelho bordadas com as insígnias da irmandade.

Passados mais de 200 anos de sua criação, a Irmandade da Boa Morte se mantém fechada, permitindo apenas a participação de descendentes de escravas com idade superior a 50 anos. A mais idosa das irmãs é dona Filhinha, com 107 anos. A mais antiga dentro da irmandade, com mais de 40 anos, é a juíza perpétua, Estelita Souza Santana, 106 anos. “As mais idosas aguardam o retorno da procissão na sede da irmandade, até para preservá-las”, disse Valmir Pereira.

De acordo com o administrador, a Casa da Boa Morte se prepara para abrigar o Centro Cultural da Boa Morte. “As obras vão começar depois da festa, pois falta muita coisa. Fizemos pintura interna, mas falta o elevador e o banheiro de acessibilidade, por exemplo, entre outras coisas. O acervo é composto das imagens sacras, fotografias, indumentárias das irmãs e outros, além da sede”, salientou Valmir Pereira.

Fazem parte da programação religiosa, a celebração de missas pelas irmãs falecidas, o cortejo com Nossa Senhora da Boa Morte, a sentinela na igreja matriz, a missa de corpo presente, a procissão de Nossa Senhora da Boa Morte e a missa solene da Ressurreição, além de vigílias noturnas, ceias e samba de roda. A previsão é de que este ano, a festa atraia cerca de cinco mil turistas, entre eles os afro-americanos.

Após o ritual da Esmola Geral, a programação será retomada a partir de segunda, às 19 horas, com o traslado da imagem de Nossa Senhora da antiga sede no Largo da Ajuda para a capela da Rua 13 de Maio. Nesse dia, todas as integrantes da Irmandade fazem confissão e assistem missa em memória das irmãs falecidas. Após a celebração religiosa, participam junto com familiares de jantar denominado de Ceia Branca, uma referência aos pratos do cardápio à base de peixes e mariscos que não levam azeite de dendê no preparo. Nesse dia, as irmãs vestem-se de branco.

A Boa Morte tem seu ponto alto religioso no dia 15 de agosto, quando a Igreja celebra a Assunção de Maria. Neste dia, as irmãs assistem à missa festiva e saem em procissão com a imagem de Nossa Senhora da Glória. O culto religioso dura três dias e começa na próxima quinta, com o traslado do esquife com a imagem de Nossa Senhora para a sede da irmandade, onde as irmãs participam de uma ceia  exclusivamente servida a elas, à base de peixes e arroz. No segundo dia da festa, 14, uma terça, vestidas com suas becas pretas e lenço cobrindo parte do rosto, elas saem em procissão simbolizando o enterro de Nossa Senhora.

Programação

Dia 4 (Sábado)
10h - Esmola Geral – As irmãs, vestidas de crioulas, saem da sede da Irmandade e percorrem as ruas da cidade pedindo esmolas para a festa

Dia 13 (Segunda-feira)
19h - Saída em procissão da capelinha da Irmandade do corpo de N. S. da Boa Morte percorrendo as principais ruas de Cachoeira
19h - Missa em ação de graças, na Capela da Irmandade, pelas almas das irmãs falecidas
21h - Ceia Branca privativa para as irmãs e convidados na sede da Irmandade. Todas as irmãs vestem branco nesta noite de vigília

Dia 14 (Terça-feira)
19h - Missa de Corpo Presente de Nossa Senhora na Capela da Irmandade
20h - Procissão de Nossa Senhora da Boa Morte pelas principais ruas de Cachoeira com a presença de Filarmônicas

Dia 15 ( Quarta-feira)
5h - Alvorada com fogos de artifício
9h – Sessão solene com a participação do Governador Jaques Wagner, Ministros, Secretários de Estado e outras autoridades na sede da Irmandade, na rua 13 de maio, 32, Largo da Ajuda
10h – Missa solene da Assunção de Nossa Senhora
11h - Procissão festiva em homenagem a Nossa Senhora da Glória e posse da Comissão Organizadora da festa de 2013
12h - Valsa e samba-de-roda na sede da Irmandade e no Largo da Ajuda
13h - Almoço das irmãs, convidados e do povo na sede da irmandade
16h - Festa em comemoração da Assunção de Maria, com samba-de-roda no Largo da Ajuda

Dia 16 (Quinta-feira)
20h – Distribuição de cozido, seguido de samba-de-roda

Dia 17 (Sexta-feria)
20h - Encerramento: Caruru seguido de samba de roda e encerramento da Festa da Boa Morte

comentários(0)
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

19/01/2014 às 12:45

Mãe Filhinha morre aos 110 anos em Cachoeira

03/04/2014 às 07:50

Homem morre após cair em buraco de obra em Conquista

06/02/2014 às 17:02

Família é atropelada ao sair da missa e uma criança morre

01/02/2014 às 14:06

Vitória da Conquista: sargento morre em colisão na BR-116

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias