Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Fale com a Redação

Qua , 08/01/2014 às 20:09 | Atualizado em: 08/01/2014 às 20:19

Corpo de jovem morta em passarela é enterrado

Da Redação

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+
  • Luciano da Matta | Ag. A TARDE

    Familiares e amigos acompanharam o sepultamento em Portão

Foi enterrado na tarde desta quarta-feira, 8, o corpo da jovem Jéssica Ramos dos Santos, de 20 anos, assassinada na passarela que dá acesso ao Shopping Paralela, em Salvador. Familiares e amigos acompanharam o sepultamento, no Cemitério Municipal de Portão, na cidade de Lauro de Freitas (região metropolitana de Salvador).

O principal suspeito de cometer o crime, que aconteceu na terça-feira, 7, é o ex-companheiro de Jéssica, Jean Silva Cerqueira, 21. A jovem foi morta quando seguia para o local onde trabalhava, uma loja de calçados. De acordo com testemunhas, Jean aguardava a jovem na passarela, quando a esfaqueou.

Na madrugada desta quarta, a casa dos pais de Jean, localizada no Parque São Cristóvão foi incendiada. De acordo com informações da Superintendência de Telecomunicações das Polícias (Stelecom), pessoas revoltadas com a morte de Jéssica, atearam fogo na residência. As chamas foram controladas pelo Corpo de Bombeiros e ninguém ficou ferido.

Conforme familiares da jovem, Jean não aceitava o fim do relacionamento e ela chegou a prestar queixa contra ele na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), no bairro de Brotas, no último dia 6 de dezembro, acusando o rapaz de cortar seu cabelo e ferir seu rosto.

Jéssica também tinha pedido uma medida protetiva para impedir que Jean chegasse perto dela. A audiência do caso estava marcada para a próxima segunda, 13.

Carro abandonado

Horas após o crime, um carro abandonado foi encontrado no Centro Administrativo da Bahia (CAB), a cerca de quatro quilômetros do local onde Jéssica foi esfaqueada.

A polícia acredita que o veículo, de cor prata, pertencente ao pai de Jean, possa ajudar a esclarecer o homicídio. Foi solicitada a perícia no automóvel.

Segundo familiares da vítima, Jean teria esfaqueado a jovem e fugido no carro. Logo depois, o veículo foi abandonado após o pneu ter furado. Depois isso, ele teria fugido a pé.

comentários(1)
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

Gilenio Camilo, 09/01/2014 às 19:16

A polícia e a justiça foram cúmplices nessa tragédia anunciada. A declaração da delegada do caso dispensa comentários. Duvido que se essa moça tivesse parente na polícia ou na justiça esse crime teria ocorrido

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

19/04/2014 às 07:45

Sobe para 14 o número de mortos em cinco cidades baianas

Das 19h desta sexta-feira, 18, até as 7h da manhã deste...

23/03/2014 às 12:37

Jovem é amarrado e morto em Águas Claras

O corpo de um jovem foi encontrado, aproximadamente às 5h...

07/03/2014 às 19:30

Suspeito de matar traficante rival em Rio Sena é preso

04/02/2014 às 18:30

Preso mais um suspeito da morte de menino no Bairro da Paz

Claudio Pereira Santos, o "Cláudio Neguinho", de 21 anos,...

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias