Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Fale com a Redação

Ter, 07/08/2012 às 20:28 | Atualizado em: 07/08/2012 às 23:46

Professores da Ufba decidem manter greve

Helga Cirino

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+
  • Fernando Amorim | Agência A TARDE

    Decisão foi tomada em tensa convocação no auditório da Faculdade de Arquitetura da Ufba

Os professores da Universidade Federal da Bahia (Ufba) disseram não ao acordo fechado entre o governo federal e a Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes) e decidiram em assembleia nesta terça, 7, à tarde,  pela continuidade do movimento grevista iniciado no dia 29 de maio. A decisão foi tomada durante  tensa convocação no auditório da Faculdade de Arquitetura, na Federação.

Por 310 votos a favor da continuidade da greve e 29 contra  a categoria decidiu contrariar o indicativo da diretoria do Sindicato dos Professores das Instituições Federais de Ensino Superior da Bahia (APUB-Sindicato). 

Na quarta-feira, dia 15, às 14 horas, a categoria vota a destituição da diretoria da Apub, pauta que foi aprovada nesta terça à noite, por volta das 18h30, por 145 votos a favor e 14 contrários. A pedido da categoria, dois representantes do comando de greve acompanharam os encaminhamentos ontem  sob a coordenação da  presidente da Apub, Sílvia Lúcia Ferreira. "Nós não aceitamos que a Apub tome decisões pela categoria, seguindo a orientação do Proifes. Não  ouviram os professores,  os únicos interessados", reclamou o professor Cláudio Lira, do comando de greve.

Saiba mais

A presidente da Apub, Sílvia Lúcia,  justificou a orientação de fim de greve. "Nós somos filiadas à Proifes e devemos seguir unificados à federação", argumentou durante assembleia. Segundo ela, a proposta não é a ideal, mas atende a 15 itens da pauta entregue pela Proifes, que assina acordo com o governo federal.

Revolta - Boa parte dos professores recebeu com indignação a orientação e pediu que a presidente se afaste da direção. "Precisamos de um sindicato que apoie a decisão da nossa categoria. A forma como a diretoria da Apub está conduzido a greve revela total desrespeito às decisões tomadas em assembleia pelos professores. Trata-se de uma postura clara de entreguismo", lamentou o professor da Ufba Antônio Lobo.

comentários(0)
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

24/07/2014 às 08:56

Profissionais de T.I. fazem greve nesta manhã - Foto: Marianna Meireles | Ag. A TARDE

Profissionais de T.I. fazem greve nesta manhã

07/08/2014 às 14:48

Agosto da Capoeira começa nesta quinta em Salvador - Foto: Artur Santos | Divulgação

Agosto da Capoeira começa nesta quinta em Salvador

20/09/2014 às 13:26

GGB homenageará personalidades na Parada Gay deste domingo - Foto: Raul Spinassé | Ag. A TARDE

GGB homenageará personalidades na Parada Gay deste domingo

17/09/2014 às 09:37

Professores das universidades estaduais iniciam paralisação

Os professores das quatro universidades estaduais da...

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias