Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Fale com a Redação

Qui, 11/10/2012 às 23:16

Crianças preferem brincar ao ar livre

Luana Almeida

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+
  • Lúcio Távora | Ag. A TARDE

    Kauan Kayodê, 5, prefere correr e se divertir ao ar livre

Nem computadores nem objetos eletrônicos. As brincadeiras que deixam as crianças mais felizes são aquelas que podem ser realizadas ao ar livre, juntamente com amigos e familiares. É isso que aponta a pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e Instituto Datafolha, respondida por 1.525 crianças brasileiras, de 4 a 10 anos, de todas as classes econômicas, em 131 municípios.

O estudo teve como objetivo principal conhecer mais profundamente os desejos e necessidades dos pacientes pediátricos, para que os médicos possam, cada vez mais, orientar as famílias nas consultas e oferecer um diagnóstico preciso. Na pesquisa, a questão apresentada para as crianças foi "o que você mais gosta de fazer quando não está na escola?".

O resultado apontou que 96% delas se consideram "muito alegres" no dia do aniversário, 94%, ao praticar esportes, 92% ao brincar com os amigos  e 91% nas férias escolares. Entre as brincadeiras preferidas estão jogar bola (33%) e brincar de boneca/boneco (28%). Andar de bicicleta veio a seguir, com 19% e pega-pega, com 17%. Empataram, com 14% das preferências, o esconde-esconde, brincar de carrinho, video game e de casinha (10%).

O computador aparece em 9% das respostas, ficando na frente, apenas, de soltar pipa e desenhar/pintar (6%), pular corda (5%), brincar de corrida, com brinquedos (sem especificar qual), animal de estimação e estudar (4%). Kauan Kayodê, 5, é apenas uma dessas crianças que prefere correr e se divertir ao ar livre a gastar parte do tempo em frente ao computador e à televisão.

De acordo com a mãe do garoto, a secretária Fabiana Pancho, 27,  o filho não troca a brincadeira no parque por um filme na televisão ou um jogo no computador. "Ele gosta mesmo é de brincar no parque, pedalar, pular no pula-pula. E eu incentivo isso", contou ela.

Mesmo tendo apenas 5 anos, o pequeno Kauan já sabe manusear o computador, a televisão e o aparelho de DVD. No entanto, não pensa duas vezes quando os pais o convidam para um passeio no Dique do Tororó,  local de lazer preferido dele. "Na nossa casa não temos muito espaço para ele correr e brincar, então talvez seja por isso que ele goste tanto de brincar ao ar livre", deduziu a mãe.

De acordo com a psicóloga especialista em crianças, adolescentes e jovens, Carmem Vieira, no decorrer do tempo, as crianças tendem a optar por brincadeiras clássicas, que, teoricamente, não são desta geração: "Para os mais velhos, a tecnologia é novidade. Mas, para quem nasceu agora, é normal ter um ou dois computadores, além de celular e até tablet. Eles acabam enjoando dos botões".

Na avaliação da psicóloga, esta é uma tendência positiva pois, desta forma, pode ser incentivada a convivência com outras crianças e com os familiares. "Já está cientificamente comprovado que crianças que brincam nas ruas, nos parques, são mais aplicadas na escola e têm melhor convivência com os colegas. É importante contar com a tecnologia, mas é preciso impor limites e ensinar as crianças a usá-la de forma saudável", ensinou.

comentários(0)
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

24/07/2014 às 18:27

Acusado de matar criança diz já ter matado outra em SP - Foto: Joa Souza | Ag. A TARDE

Acusado de matar criança diz já ter matado outra em SP

18/06/2014 às 07:28

Direito da criança tem 130 violações em quatro dias - Foto: Lúcio Távora | Ag. A TARDE

Direito da criança tem 130 violações em quatro dias

18/08/2014 às 07:00

Novo viaduto do Imbuí vai facilitar acesso ao centro - Foto: Joá Souza | Ag. A TARDE

Novo viaduto do Imbuí vai facilitar acesso ao centro

10/07/2014 às 09:20

Ucsal inscreve em curso de extensão em inglês

Estão abertas até 4 de agosto as inscrições para o curso...

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias