Colunistas


Geraldo Bastos

Fale com Geraldo Bastos: gbastos@grupoatarde.com.br

Tendências & Mercado

Dom, 12/03/2017 às 10:00

Começam as obras de Ponta de Inhambupe

Jornalista l gbastos@grupoatarde.com.br

Com investimentos na ordem de R$ 70 milhões, a Prima Empreendimentos Inovadores iniciou no mês passado as obras da primeira fase do empreendimento turístico e imobiliário Ponta de Inhambupe. Localizado em Baixio, no litoral norte da Bahia, a pouco mais de 50 km da Praia do Forte, o projeto – que inclui imóveis residenciais (casas e apartamentos), um centro comercial e o Hotel Boutique Ponta de Inhambupe – está com 45% das unidades comercializadas. Paralelamente a Prima implantou o Aldeola – Pousada e Restaurante, que funciona como um hotel para formação e qualificação profissional.

CPFL Renováveis chega à Bahia

A CPFL Renováveis – maior empresa do Brasil no segmento de geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis – está desenvolvendo seu primeiro projeto eólico na Bahia: o Complexo Eólico Esplanada. O empreendimento contará com nove parques eólicos, 124 aerogeradores, com 2,1 MW de potência unitária, e terá 260 MW de capacidade instalada. Após participação de Leilão Regulado de Energia, o empreendimento será implantado no município de Xique-Xique. A empresa não revela o valor do investimento no projeto. No próximo dia 30 de março, às 19 horas, no auditório do Colégio Luís Eduardo Magalhães, em Xique-Xique, será realizada a segunda reunião pública. O objetivo é apresentar informações sobre o empreendimento para a população local e esclarecer qualquer dúvida sobre a implantação do ativo. A CPFL Renováveis foi fundada em agosto de 2011 a partir da fusão de ativos da Empresa de Energia Renováveis (Ersa) e dos ativos renováveis da CPFL Energia S.A. Atualmente, a companhia está presente em 57 municípios de oito estados do país, com 91 ativos, que somam mais de 2,1 GW de capacidade instalada nas quatro fontes: eólica, pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), termelétricas movidas a biomassa de cana-de-açúcar e solar. Na região Nordeste, os investimentos da CPFL Renováveis estão concentrados, hoje, nos estados de Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Central do Mamão Acácia investe em unidade de beneficiamento

O cultivo de mamão na Bahia vem ganhando novos investimentos. A Central do Mamão Acácia, por exemplo, prepara-se para investir R$ 2 milhões na implantação, no Distrito Industrial de Eunápolis, no extremo sul baiano, de uma estrutura para beneficiamento e comercialização de mamão-formosa e mamão-havaí. Além das obras físicas da unidade, os recursos contemplam ainda a compra de câmaras frigoríficas, máquinas para lavar as frutas e estrutura para embalagem, armazenagem e expedição. Após a conclusão das obras, o objetivo é beneficiar, no primeiro ano, dez mil toneladas de mamão. Em três anos, serão 28 mil toneladas. A partir daí a empresa pretende também iniciar exportações, principalmente para o mercado europeu. “Hoje toda a nossa produção segue através de caminhões e carretas para Curitiba e São Paulo”, diz o gerente da empresa, Thiago Gonçalves. O cultivo de mamão na Fazenda Acácia, no distrito de Colônia, em Eunápolis, ocupa hoje uma área de 300 hectares e emprega cerca de 120 pessoas. A sede do grupo fica no Paraná.

Zii Hotel inaugura unidade

O primeiro hotel da rede Zii na Bahia entrou em operação esta semana. Localizado no município de Alagoinhas, o empreendimento exigiu um investimento da ordem de R$ 20 milhões, possui 108 apartamentos, salas de reunião, academia e um lobby integrado com videogame, música e mesa compartilhada para trabalhar. A unidade, que gerou 27 empregos diretos, conta ainda com uma estação de tratamento de água, que é reutilizada nas descargas e jardinagem, além de trabalhar com captação de energia solar para aquecimento dos chuveiros e lâmpadas, que são de LED e apresentam baixo consumo de energia. As tarifas custam a partir de R$ 175. “Estamos bem animados. Nesses primeiros dias, a taxa de ocupação chegou a 15%. Alagoinhas tem grande potencial econômico, se destaca no setor industrial e atrai uma alta gama de executivos, que é um dos nossos focos”, diz Daniela Rocco, gerente comercial e marketing da Doispontozero Hotéis, acrescentando que outros municípios do estado estão no “radar” dos investimentos do grupo hoteleiro. “Estamos, sim, analisando novos negócios na Bahia”, acrescenta Daniela. A Doispontozero Hotéis pertence ao fundo de investimentos HSI (Hemisfério Sul Investimentos). Além da rede de Zii, que conta ainda com unidades nas cidades de Parauapebas (PA), Pouso Alegre (MG), Palmas (TO), Rondonópolis (MT), Rio de Janeiro (RJ), Maracanaú (CE) e Boa Vista (RR), a empresa administra ainda outros 10 hotéis da bandeira Arco, todos no interior do estado de São Paulo. As duas redes somam investimentos de mais de R$ 400 milhões e, juntas, empregam quase 400 pessoas.

Senac abre novos espaços no interior

O mês de março marca a expansão dos serviços de capacitação profissional do Senac Bahia (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) no interior baiano. Amanhã, às 10h, o presidente do Sistema Fecomércio-BA, Carlos de Souza Andrade, e a diretora regional do Senac, Marina Almeida, inauguram nova unidade em Alagoinhas e, no mesmo dia, a tarde, entregam à população de Santo Amaro, no Recôncavo baiano, um espaço de aulas. No Senac Alagoinhas serão atendidos cerca de dois mil alunos por ano. A estrutura, com 700 m² de área, conta com laboratórios de beleza, cozinha e informática, salas de aula convencionais e auditório com capacidade para 60 pessoas.

Período

Colunista:

Coluna:

De:

Até: