Colunistas


Levi Vasconcelos

Tempo Presente

Qua, 04/01/2017 às 10:28 | Atualizado em: 04/01/2017 às 10:30

Prefeito de Euclides se lança na disputa da UPB

tempopresente@grupoatarde.com.br

Quando tudo parecia que a UPB caminhava para uma tranquila eleição de candidato único, tendo o prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro (PSD), como cabeça, entrou água no navio: o prefeito de Euclides da Cunha, Luciano Pinheiro (PDT), anunciou que é candidato e diz ter o apoio de mais de 100 colegas.

Luciano diz que a candidatura nasceu em Guarajuba, no encontro de prefeitos, em dezembro, quando um grupo de pretensos candidatos se reuniu e escolheu Eures:

— A UPB deve ser uma entidade independente e Eures quer fazer dela trampolim para se eleger deputado federal. Nossa proposta é voltada para os interesses dos municípios.

Ele diz que a candidatura dele é suprapartidária, mas não é bem isso que se diz nos bastidores. No bolo dos mais de 100 prefeitos que o apoiam estão dois que bem dão o sinal da disputa: ACM Neto, de Salvador, e Zé Ronaldo, de Feira de Santana, ambos do DEM.

Ou seja, a disputa lá vai trincar no duelo entre os governistas de Rui Costa e os oposicionistas de ACM Neto. É só esperar.

O que é — A UPB é a entidade que reúne os 417 prefeitos baianos, como uma espécie de sindicato. Tem receita de pouco mais de R$ 400 mil mensais, segundo a atual presidente, Maria Quitéria, de Cardeal da Silva. Mais da metade é gasta com pessoal.

Mas vez ou outra é palco de embates entre governistas e oposicionistas.

O ferry e a crise

Os sinais da crise econômica do país bateram forte na virada do ano em Salvador. O ferryboat, sempre ultra engarrafado nos finais de ano, teve na semana passada um movimento menor do que 2015.

Por lá transitaram, de 23 de dezembro a primeiro de janeiro, 41.978 passageiros, 14% a menos, e 7.500 veículos, 15% a menos.

"

Estamos realmente chegando ao fundo do poço, mas a um ritmo menos rápido do que as expectativas indicavam

Maílson da Nóbrega, ex-ministro da Fazenda, em entrevista ao site Infomoney, na qual disse que recuperação da economia só em 2019

"

Garanto que não foi salário que colocou este país onde ele está

Alexandre Kalil, novo prefeito de Belo Horizonte, que cortou 2,3 mil servidores comissionados para conter gastos, defendendo o aumento do próprio salário

A Deus pertence

O novo prefeito de Guanambi, Jairo Magalhães (PSB), virou sensação em outubro ao derrotar o ex-governador Nilo Coelho e agora de novo, ao publicar no DO do Município o primeiro dos dez decretos que assinou no primeiro dia de governo entregando ‘A chave da cidade ao Senhor Jesus Cristo’, no qual diz que Deus manda em Guanambi e cancela qualquer pacto com outras entidades espirituais.

O Ministério Público ameaçou acioná-lo e ele pediu desculpas, mas virou piada nacional.

Otto defende — O senador Otto Alencar saiu em defesa de Jairo, de quem é amigo:

— Nos carnavais entregam as cidades a Momo, Manaus está entregue aos bandidos, o Rio entregue a perdulários e bandidos. Por que esse rebuliço todo quando alguém entrega a Deus? Não dá para entender.

Inhaca braba

Na contramão dos municípios baianos que reduziram em 12,5% a participação feminina nas prefeituras, Terra Nova elegeu Neide de Paizinho (PDT) a primeira mulher a comandar a prefeitura local.

Durante a posse, o padre Osmar Júnior abençoava a Prefeitura, um chalé da antiga administração da Usina Terra Nova, quando um dos apoiadores de Neide pediu:

— Joga água, padre, joga água.

Depois explicou que era para tirar a inhaca do ex-prefeito Hélio Vinhas (PMDB), derrotado nas urnas, que deixou até a Coelba cortar a de energia em vários prédios.

POUCAS & BOAS

* A constatação de que executivos de empreiteiras envolvidas na Lava Jato desviavam para o bolso parte do dinheiro das propinas provocou mais um alento para os políticos que receberam as chamadas doações ‘por dentro’, ou seja, declaradas. Mais que nunca, dizem eles, as investigações se obrigam a separar o joio do trigo. Ou seja, provar quem é ladrão.

* O compositor Paulo Costa Lima, integrante da Academia Brasileira de Música, vai dar palestra amanhã (17h) no Palacete das Artes. Ele marca a estreia da ação Essa Noite se Improvisa, que integra o projeto Tropicália: Régua e Compasso (A Bahia Cultural Pré-Tropicalista).

* A UFBa amplia a partir de hoje o rigor no controle das pessoas que entram no campus de Ondina. Na portaria, câmeras vão registrar, além da placa dos veículos, os rostos do motorista e ocupantes. A violência da cidade também invadiu a área universitária e o campus de Ondina tem sido um dos alvos dos bandidos. 

Colaborou: Franco Adailton

Período

Colunista:

Coluna:

De:

Até: