Colunistas


Manno Góes

Coluna do Manno

Qui, 22/12/2016 às 07:02

Papai Noel

Músico l manno.goes@grupoatarde.com.br

Hoje não é meu papai que está escrevendo aqui pro jornal e eu não entendo nada do que é jornal porque jornal pra mim é o banheirinho de Piti e Chico, os dois au-aus aqui de casa que fazem xixi e cocô em cima do jornal que fica ali no chão perto de onde fica a geladeira pequenininha que faz vrom vrom e que mamãe joga roupa suja dentro dela pra ficar girando e eu não entendo nada porque geladeira devia guardar só iogurte e leite, né, e não roupa suja. Eu, hein? Mas papai sempre lê o jornal antes dele virar o lugar de Chico e Piti fazerem cocô e xixi, e mamãe me disse que tem um dia na semana que sai no jornal a coluna de papai sobre o Bahia, o melhor time do mundo, e que nesse dia a parte da coluna de papai ele guarda pra dar pra vovó, o que eu não entendo nada porque achava que vovó fazia cocô e xixi no vasinho e não no jornal, como Piti e Chico, né? Eu, hein? Adulto é tudo doido.

Eu gosto de brincar de bolinha e gritar “gol do Bahia” quando faço gol e mesmo quando a bolinha não entra no gol eu grito “gol do Bahia” porque papai fica feliz quando é gol do Bahia que eu sei. Papai fica aqui em casa assistindo aos jogos do Bahia bebendo um monte de leite amarelo gelado que deixa ele alegre e papai fica todo feliz quando o Bahia faz gol. Aí eu aprendi e sempre que jogo bola grito “gol do Bahia” para papai ficar feliz. Papai gosta de gritar “bóa, Bahia, minha pôa” e eu não sei o que é ‘pôa’, mas sei que deve ser algo muito importante porque ele grita ‘pôa’ toda hora. Uma vez papai gritou “passa a bola, pôa” pro jogador do Bahia que não passava a bola e então ele passou a bola e o moço que pegou a bola chutou pro gol e foi gol do Bahia! Papai ficou muito feliz e gritou “bóa, Bahia, minha pôa” e então eu entendi que pôa deve ser passar a bola. Aí um dia eu tava brincando de fazer gol do Bahia com meus amiguinhos e gritei “passa a bola, pôa” e mamãe me deu bronca e disse que dizer isso era uma coisa muito feia de dizer e eu não entendi nada porque pra papai ela não disse nada que era feio. Eu, hein? Adulto é tudo doido.

Ontem eu fui ao shopping com papai e vi Papai Noel lá que mais parecia um vovô Noel de tão velhinho que era, de barba toda branca, tadinho, e que devia estar morrendo de calor com aquela roupa toda quente, mas não falei nada pra ele quando ele me carregou e papai tirou uma foto dele comigo. Papai Noel saiu na foto mais velho que meu vovô que deve ter, sei lá, uns trezentos anos e que também fica feliz quando o Bahia faz gol. Lá em casa todo mundo fica feliz quando o Bahia faz gol e até Piti e Chico que fazem cocô e xixi no jornal ficam felizes porque começam a latir quando é gol do Bahia e fica tudo uma confusão só e papai me carrega e grita “bóa, Bahia, minha pôa” e derrama no chão o leite amarelo que deixa ele feliz e Piti vai lá lamber o chão e mamãe dá bronca em papai.

Então Papai Noel me perguntou o que eu queria de presente e eu pedi a bolinha do Bahia bem bonita que eu vi no shopping com papai e me lembrei que papai fica muito feliz com um gol do Bahia e pedi também pra Papai Noel que o Bahia fizesse muuuuuitos gols para todo mundo ficar feliz, até Piti e Chico, que gostam de lamber o leite amarelo de papai quando o Bahia faz gol.

Papai Noel me disse que se eu for uma criancinha bem comportada e comer direitinho ele vai atender meus pedidos e eu fiquei então muito feliz porque gosto muitão de comer muuuuuuito e devo ser bem comportado, apesar de mamãe dar bronca quando eu grito “passa a bola, pôa”.

Agora eu vou sair porque tá na hora de tomar meu leitinho e tenho que tomar tudinho porque se eu não tomar tudinho não vou ganhar presente e o Bahia não vai fazer muitos gols pra papai ficar feliz e tomar um monte de leitinho amarelo que ele disse que somente quando eu crescer que vou poder tomar com ele. Eu, hein? Adulto é tudo doido.

Bóa, Bahia, minha pôa!!!

Feliz natal!

Período

Colunista:

Coluna:

De:

Até: