Colunistas


Regina Bochicchio

Regina Bochicchio

Sáb, 07/01/2017 às 10:54 | Atualizado em: 07/01/2017 às 13:56

Contribuinte paga IPTU antes do carnê

Regina Bochicchio

Em um momento de vacas magérrimas para contribuintes e governos, um fenômeno está surpreendendo o secretário da Fazenda de Salvador, Paulo Souto: o do pagamento do Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana (IPTU) nos primeiros dias úteis do ano, mesmo antes de o carnê ser distribuído pela Prefeitura, o que teve início ontem.

O fato começou em 2 de janeiro, primeiro dia útil do ano. Ao pisar em seu gabinete, Souto foi informado de que 19 contribuintes já haviam efetuado pagamento em cota única do IPTU de 2017, com o desconto de 10%. Imprimiram o boleto via net e pagaram.

Os dias passaram e a tendência se manteve No dia 5, 145 contribuintes já tinham pago a cota única e outros 65 já quitaram a 1ª parcela. Deu até para ficar otimista. Fato curioso: o caso ocorreu entre contribuintes de diversos perfis, com pagamento em cota única de R$ 200 até valores de R$ 3,2 mil.

O fato é quase inédito, diz o diretor de receita da Sefaz, Gilberto Mattos: nenhum técnico da Casa lembra de contribuinte ter pago parcela de IPTU dia 2 de janeiro. Mas em 2016 houve menos pagamentos no primeiro dia útil, que foi em 4 de janeiro.

Explicação - Paulo Souto credita o fenômeno a dois fatos: 1- o contribuinte quer aproveitar o desconto e se livrar logo da dívida e 2 - reconhece que a prefeitura tem administrado bem os recursos arrecadados e quer antecipar o pagamento.

Condomínio - O técnico Gilberto Mattos diz que não dá ainda para soltar fogos em comemoração ao fato porque a situação global é difícil. Mas vê como reconhecimento da população.

- O IPTU é como se fosse o condomínio. Se as coisas funcionam, você reconhece porque está pagando.

"

Tinha que fazer uma chacina por semana

Bruno Júlio, da Secretaria Nacional de Juventude

"

O romance policial capta o funcionamento da sociedade, as relações infrapolíticas entre poder, dinheiro, corrupção delito, crime

Ricardo Piglia, escritor argentino que morreu sexta, vítima de parada cardíaca

Seguradora de bolsas

A decisão da vice-prefeita eleita de Lauro de Freitas, Mirela Macedo (PSD), de deixar o cargo no município para ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa (AL-BA), esconde um detalhe importante, que tem sido motivo de comemoração para a direção do PT local.

É que, agora, quem assume a prefeitura em caso de ausência da petista Moema Gramacho é uma outra militante histórica do partido, Naide Brito. Amiga pessoal da prefeita há anos, Naide foi emplacada como presidente da Câmara de Lauro por esforço político da própria Moema.

– Ela era a 'seguradora de bolsas' de Moema esse tempo todo. Ela é mais Moema que PT, inclusive – resumiu uma fonte ligada ao partido na cidade.

O “marcelista”

Sargento Isidório (PDT) anda dizendo que não está gostando de Marcelo Nilo (PSL) espalhar que ele o apoia para reeleição à presidência, já que ele também é candidato. Diz Nilo que é marketing, já que Isidório é o maior “marcelista”, depois dele próprio.

 

Período

Colunista:

Coluna:

De:

Até: