Colunistas


Regina Bochicchio

Regina Bochicchio

Seg, 20/03/2017 às 12:05 | Atualizado em: 20/03/2017 às 12:10

Reservatórios estão em situação crítica

Regina Bochicchio

O outono começou nesta segunda-feira, 20, mais precisamente às 7h29, o que no Nordeste sempre foi época de aumento de chuvas. Na capital da Bahia, São Pedro já deu o ar da graça desde a semana passada, mas a situação dos mananciais que abastecem Salvador e Região Metropolitana não está 100%

– Estamos com o sinal de alerta aceso e a situação é crítica. Como toda situação desse tipo, o risco de uma crise existe. Mas estamos investindo em ações nas barragens a fim de agregar vazão para Salvador – diz Rogério Cedraz, presidente da Embasa.

Captação – A RMS é abastecida por seis barragens. O volume útil das barragens é calculado entre o nível máximo e o mínimo de captação da água. Os percentuais a seguir têm a ver com quanto se consegue captar de água hoje: Pedra do Cavalo (24,12%), Joanes I (61,09%), Joanes II (12,64%), Ipitanga I (0,09%), Ipitanga II (28,45%) e Santa Helena (10,11%). Economia é a palavra.

Zona rural – Semana que passou, em 106 municípios foi decretada a emergência em razão de estiagem, mas ao todo são 221 municípios nessa situação no estado. O foco do problema está nas zonas rurais dos municípios. A Embasa atende 366 dos 417 municípios baianos.

– Existe já uma crise hídrica. Na maioria dos estados os mananciais estão baixos. Só fazer investimento em infraestrutura não adianta se não tiver de onde tirar água. Nesse momento é importante que chova.

Lava Jato – Não, não é a operação da Polícia Federal que prende os corruptos da política. É também uma devassa, mas que a Embasa está fazendo nos estabelecimento que lavam carros em Salvador, muitos deles fazem “gatos”.

"

Prefiro mil vezes um cara como Bolsonaro do que um farsante como Doria

Ciro Gomes, pré-candidato à presidência em 2018

"

Não existe risco sanitário (...), a ideia é que possamos tranquilizar a sociedade

Luiz Rangel, Sec. da Agricultura, sobre a Carne Fraca

Cultura entra em cena

ACM Neto vem com uma leva de anúncios na área de Cultura hoje, quando fala sobre as atrações para comemorar o aniversário de Salvador, dia 29.

Investirá na área que tem sido nevrálgica para seu adversário, o governador Rui Costa, que sofre críticas da classe artística. Ele anuncia hoje a segunda edição do Selo Literário João Ubaldo Ribeiro, que incentiva escritores iniciantes, e o Viva Cultura, que oferece redução fiscal para empresas investirem em projetos culturais, entre outras. Tem também uma agenda de inauguração de obras e festas. Pé em 2018 total.

Chuva – A principal obra a ser entregue por esses dias é a do Barro Branco.

Calote de campanha

Os ânimos estão péssimos entre os profissionais que trabalharam na campanha de Alice Portugal (PCdoB) à prefeitura de Salvador, no ano passado.

Depois de ficar devendo aos prestadores de serviço e prometer pagar em parcelas, a partir de dezembro, o comando da campanha está com prestações atrasadas.

O acordo era o de pagar R$ 1 mil por mês, mas as parcelas sempre sofrem atrasos de dois meses. Esse mês, por exemplo, ainda há uma parcela em atraso e os militantes de Alice querem o seu din din.

Colaborou Yuri Silva

POUCAS & BOAS

Assunto pertinente para o momento: a Assembleia Legislativa realiza amanhã, às 9h30, audiência pública sobre os impactos da Reforma da Previdência para profissionais da Segurança. A discussão é organizada pelo deputado Marcelino Galo (PT) e acontece na Sala Herculano Menezes.

A Defensoria Pública e organizações sociais pelos direitos humanos, como é o caso da Reaja e ONG Justiça Global, realizam audiência pública às 9h de hoje para discutirem a tramitação do incidente de deslocamento de competência, ou “federalização”, do caso da Chacina do Cabula. A morte de 12 jovens negros em fevereiro de 2015 por policiais militares causou repercussão internacional, sobretudo quando os policiais foram absolvidos na Bahia. Hoje o caso está no STJ, na fase de instrução, ou seja, governo e Justiça Militar estão sendo solicitados para prestar informações. A audiência acontece na Escola Superior da Defensoria Pública do Estado da Bahia, no Canela.

Período

Colunista:

Coluna:

De:

Até: