Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Fale com a Redação

Sáb, 22/09/2012 às 18:46

Governo italiano quer ajudar Fiat a se manter no país

Patrícia Braga

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+

O governo italiano disse neste sábado que está tentando ajudar a montadora Fiat a melhorar sua competitividade nas exportações de carros fora da Europa após a montadora ter se comprometido a continuar no país.

Em comunicado emitido depois da reunião entre o primeiro-ministro italiano, Mario Monti, e o executivo-chefe da Fiat, Sergio Marchionne, em Roma, o governo disse que montará um grupo para trabalhar no assunto.

No comunicado, o governo e a Fiat afirmam terem "concordado em trabalhar em conjunto nas próximas semanas para identificar as necessidades de condições para fortalecer a competitividade da empresa".

"A Fiat pretende reorientar seu modelo de negócios na Itália privilegiando as exportações de automóveis, em particular para fora da Europa." Os executivos deixaram claro seu compromisso de manter o grupo industrial presente na Itália.

O governo também afirmou que a Fiat planeja investir no desenvolvimento de novos modelos para se preparar para uma recuperação no mercado europeu.

Monti solicitou a reunião com os executivos da Fiat após o aumento no número de líderes políticos e trabalhistas pedindo para a empresa esclarecer suas intenções com relação ao país, principalmente depois de a Fiat ter fragmentado seus planos de investir bilhões de euros para dobrar a produção de carros em suas fábricas. As montadoras por trás da Fiat, Lancia e Alfa Romeo, culparam a crise europeia pela queda nas vendas na Itália e em outras partes da Europa. As informações são da Dow Jones.

comentários(0)
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

25/10/2014 às 02:43

Dilma e Aécio repetem posições acerca de crise hídrica

Ao falarem da crise hídrica em São Paulo, no debate,...

24/10/2014 às 21:30

Haddad: governador foi 'contundente' ao cobrar Sabesp

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), afirmou...

24/10/2014 às 13:21

Alckmin diz que recebeu documento de retratação da ONU

A Organização das Nações Unidas (ONU) enviou uma carta de...

24/10/2014 às 08:43

Venda de caixas d'água cresce 72% em São Paulo

A compra da segunda caixa d’água é uma medida cada vez...

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias