Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Fale com a Redação

Dom , 19/08/2012 às 20:46

Flamengo vence Vasco com gol do artilheiro Vagner Love

Leonardo Maia | Agência Estado

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+

O clássico deste domingo no Engenhão atestou a reestruturação flamenguista e o mau momento vascaíno. Com o nono gol do artilheiro Vagner Love, o Flamengo derrotou o Vasco por 1 a 0 e somou a terceira vitória em quatro rodadas no Brasileirão.

Agora, o contestado técnico Cristóvão Borges certamente vai receber mais pressão em São Januário. Seu time sofreu a segunda derrota em três jogos, obteve um único triunfo nas últimas seis rodadas e começa a se distanciar dos líderes do campeonato.

Os 25 pontos levam o Flamengo à nona colocação, com um jogo a menos que os que estão à sua frente. Com 35 pontos, o Vasco permanece na terceira colocação, mas agora está a sete pontos do líder Atlético-MG e a quatro do vice-líder Fluminense.

Na próxima rodada, marcada pelos clássicos regionais para fechar o primeiro turno do campeonato, o Flamengo encara o Botafogo no domingo. E o Vasco manda o jogo contra o Fluminense, sábado, também no Engenhão.

Se nos bairros adjacentes ao Engenho de Dentro houve violência, em confronto entre torcedores rivais que resultou na morte de um vascaíno neste domingo, dentro de campo houve muita luta no clássico carioca, mas dentro do espírito esportivo.

O primeiro tempo foi marcado por muitas faltas, em grande parte devido ao árbitro Marcelo de Lima Henrique, que tem por característica "picar" o jogo e aplicar muitos cartões. A melhor chance vascaína surgiu aos 31 minutos, quando Juninho Pernambucano alçou na área e Wendel mergulhou, Felipe espalmou para o meio da área e, na confusão, a bola bateu na trave.

Aos 38 minutos, o ex-vascaíno Ramon fez ótima jogada, passou por dois e chutou rasteiro. Fernando Prass soltou a bola aos pés de Vagner Love, que não desperdiçou: 1 a 0. Foi o nono gol dele, que o deixa empatado com Fred, do Fluminense, na artilharia do campeonato.

"O gramado atrapalha, mas essa é uma bola que eu tenho que pegar", disse Fernando Prass, admitindo a falha no gol do Flamengo.

Na volta do intervalo, Carlos Alberto substituiu Felipe. E foi ele quem perdeu grande chance aos 15 minutos. As dificuldades do Vasco aumentaram quando o atacante Eder Luís sentiu novo problema físico e deixou o campo aos 21, para entrada de Pipico.

Durante toda a segunda etapa, o Flamengo se fechou na defesa e deu a iniciativa da partida para o adversário. Mas os flamenguistas controlaram bem defensivamente o confronto e não passaram maiores sustos. Na verdade, tiveram a oportunidade de ampliar. Adryan, que tinha acabado de entrar na partida, fez ótima jogada e deixou Leo Moura com o gol aberto. O lateral errou o quique da bola e perdeu a chance clara.

O lance evitou um final de jogo mais tranquilo para o Flamengo. O Vasco, sem outros recursos, depositava suas esperanças na bola parada de Juninho Pernambucano. Mas a zaga flamenguista se portou bem e rechaçou o jogo aéreo do rival, que não vence esse clássico há seis anos em Campeonato Brasileiro, ou oito partidas.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 1 X 0 VASCO

FLAMENGO - Felipe; Leonardo Moura, González, Welinton e Ramon (Deivid); Cáceres, Luiz Antônio, Renato e Thomás (Adryan); Negueba (Muralha) e Vagner Love. Técnico - Dorival Júnior.

VASCO - Fernando Prass; Auremir, Dedé, Douglas e William Matheus; Nilton, Wendel (Eduardo Costa), Juninho Pernambucano e Felipe (Carlos Alberto); Eder Luís (Pipico) e Alecsandro. Técnico - Cristóvão Borges.

GOL - Vagner Love, aos 38 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ).

CARTÃO AMARELO - González, Negueba, Adryan, Leonardo Moura, Felipe, Nilton, Carlos Alberto e Alecsandro.

RENDA - R$ 403.835,00.

PÚBLICO - 15.459 pagantes.

LOCAL - Estádio Engenhão, no Rio.

comentários(0)
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

21/04/2014 às 07:00

Luis Fabiano deve ser poupado por Muricy contra o CRB

Foram três semanas dedicadas quase que exclusivamente a...

20/04/2014 às 20:38

Flamengo e Goiás não saem do zero em jogo fraco

Em um jogo fraco tecnicamente, o Flamengo estreou no...

20/04/2014 às 20:34

Com gol polêmico, Santos empata com Sport na Vila

Quem assistiu ao início da exibição do Santos neste...

20/04/2014 às 20:31

Palmeiras joga mal, mas vira no fim em Criciúma

O Palmeiras achou três pontos neste domingo, no Heriberto...

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias