Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Fale com a Redação

Qua, 15/08/2012 às 00:44 | Atualizado em: 15/08/2012 às 00:45

Escola de Salvador tem pior índice do Ideb

Marjorie Moura e agências

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+
  • Agecom | Divulgação

    Segundo a SEC, erro na migração de dados teria contribuído para a média baixa da Escola 29 de Março

O Ministério da Educação (MEC) ainda não confirmou se a Escola Estadual 29 de Março realmente recebeu a média 0,1 no Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb) o que a torna a pior unidade de ensino do Brasil. A nota é a mais baixa entre as alcançadas por  30.841 escolas em análise referente à 8ª série do ensino fundamental. Mas, segundo a Secretaria da Educação do Estado da Bahia teria ocorrido um erro do órgão estadual, na migração de dados para o sistema do Ministério da Educação, resultando num indicador falso.

"A pontuação do Colégio Estadual 29 de Março, em Salvador, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), é 2,4, ao contrário do que aparece no resultado do Ideb 2011. O erro foi relativo ao indicador de rendimento, que aparece com o índice de 0,03, quando o correto é 0,50", diz a nota da secretaria.

A nota conclui que, "O Colégio 29 de Março melhorou seus resultados da prova brasil em língua portuguesa e matemática, passando da média de 4,08 para 4,84. A prova Brasil serve como referência para o cálculo do Ideb".

Segundo outros dados do Ideb divulgados pelo MEC, a Bahia superou as metas definidas para  2011 nas notas que se referem à 4ª e 8ª séries do ensino fundamental. A escola que obteve melhor desempenho no Estado foi o Colégio Militar de Salvador (CMS), instituição pública federal, que também ocupa a sexta colocação nacional, com nota 7,2.

Situada no bairro de Jardim Santo Inácio, em Salvador, a Escola 29 de Março se não tem a nota mais baixa, possui instalações que não oferecem um padrão ideal para um estabelecimento de ensino. O acesso é feito por um portão lateral e, no imóvel, não existe placa informando se tratar de uma escola. Além disso, a unidade divide espaço com um centro comercial no qual funcionam três mercadinhos e uma farmácia. Algumas salas são instaladas no primeiro andar, sobre as lojas.

Cálculo - O  Índice de Desenvolvimento da Educação (Ideb) foi criado pelo MEC para medir a qualidade no ensino básico, a cada dois anos. Para chegar ao índice, o MEC calcula a relação entre rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e desempenho na prova Brasil, que é aplicada para crianças do 5º e 9º  do fundamental e do 3º ano do ensino médio e está em sua 4ª edição.

Nas 3 edições anteriores do Ideb (2005, 2007 e 2009), a Escola 29 de Março obteve notas 2; 1,6 e 2,2, respectivamente. A projeção feita pelo MEC era a de que o colégio alcançasse a nota 2,6 em 2011.

comentários(4)
  • + recentes
  • + votados
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

Wesley Cerqueira, 16/08/2012 às 14:54

Olá

Valtefran Rodrigues da Mata, 15/08/2012 às 12:16

A EDUCÇÃO NA BAHIA JÁ FOI PIOR, NÃO DEVEMOS CULPAR PARTIDOS POLÍTICOS,POIS SÓ CONHECEMOS A DEMOCRACIA NA BAHIA A PARTIR DE 2007, O RESTO É CHORO DE VIÚVA . . .

Pedro, 15/08/2012 às 09:15

Povo sem educação nunca saberá votar, e nisso continuaremo da forma que estamos de mal a pior. Aliás, o povo não sabendo reivindicar seus direitos são alienados com trios elétricos, copa do mundo etc e tal. (Pão e circo).

Sergio Boca Mole, 15/08/2012 às 08:39

Enquanto o PT estiver no comando as coisas só vão piorar. FORA PT

ver mais

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

23/07/2014 às 07:14

Pesquisadora faz críticas ao programa de auxílio-educação - Foto: Eduardo Martins | Ag. A TARDE

Pesquisadora faz críticas ao programa de auxílio-educação

02/06/2014 às 10:01

SSA: 56% dos alunos do ensino médio público estão atrasados - Foto: Raul Spinassé | Ag. A TARDE

SSA: 56% dos alunos do ensino médio público estão atrasados

29/07/2014 às 22:00

Grupo de professores baianos lança portal voltado à educação

Criado e produzido por um grupo de educadores baianos, o...

04/07/2014 às 11:51

MEC divulga hoje resultado da segunda chamada do ProUni

O Ministério da Educação divulga nesta sexta-feira, 4, na...

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias