Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Fale com a Redação

Sáb, 08/03/2014 às 12:38

Acidente aéreo: encontrada mancha de óleo na Tailândia

Agência EFE

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+
  • Ag. AP

    Parentes de passageiros aguardam notícias

A equipe vietnamita que participa da busca do Boeing 777-200 da Malaysia Airlines que desapareceu neste sábado, 8, com 239 pessoas a bordo localizou duas grandes manchas de óleo no Golfo da Tailândia onde acredita-se que caiu a aeronave.

O Departamento de Aviação Civil do Vietnã informou em comunicado que as manchas de óleo avistadas por um avião de reconhecimento são de 10 e 15 quilômetros de comprimento e têm similaridade com as quais deixaria o combustível da nave desaparecida.

O resíduo de óleo se encontra ao sul da ilha de Tho Chu, no Golfo da Tailândia.

Saiba mais

A Malaysia Airlines e as autoridades malaias evitaram por enquanto confirmar o acidente que, segundo a Marinha vietnamita, ocorreu cerca de 300 quilômetros da ilha de Tho Chu.

O último comunicado da companhia aérea indicou que as "equipes de resgate da Malásia, Cingapura e Vietnã não puderam encontrar nenhum resto do avião", antes de anunciar que "a missão marítima continuará enquanto a missão aérea será retomada ao amanhecer".

A medida foi adotada ao cair a noite na região, 17 horas depois que a torre de controle de Subang perdeu o contato com o Boeing 777-200 do voo MH3700, que saiu de Kuala Lumpur e devia chegar a Pequim.

A Marinha da Malásia permanece em contato com as autoridades do Vietnã para confirmar a possível localização do acidente, para onde Malásia, Vietnã e Cingapura enviaram embarcações e helicópteros.

Enquanto isso, a China mantém oito navios em alerta e à espera de ordens, além de uma pequena frota aérea preparada para decolar rumo à região.

A Malaysia Airlines também publicou os nomes dos passageiros logo depois que conseguiu entrar em contato com todos os familiares.

O B777-200 do voo MH3700 transportava 227 passageiros, entre eles dois menores, e uma tripulação de 12 pessoas, todos de 14 nacionalidades distintas.

Segundo a última lista oferecida pela Malaysia Airlines, os passageiros são 154 chineses/taiwaneses, 38 malaios, sete indonésios, seis australianos, cinco indianos, quatro franceses, três americanos, dois neozelandeses, dois ucranianos, dois canadenses, um russo, um italiano, um holandês e um austríaco.

comentários(0)
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

25/07/2014 às 11:06

França confirma a morte das 118 pessoas em Mali - Foto: Agência Reuters

França confirma a morte das 118 pessoas em Mali

23/07/2014 às 10:58

Dezenas morrem durante acidente com avião em Taiwan - Foto: Agência Reuters

Dezenas morrem durante acidente com avião em Taiwan

19/07/2014 às 13:01

Brasileiro perde companheiro em queda de avião na Ucrânia - Foto: Reprodução | Facebook

Brasileiro perde companheiro em queda de avião na Ucrânia

19/07/2014 às 09:31

Malaysia Airlines divulga nacionalidades de passageiros - Foto: Agência Reuters

Malaysia Airlines divulga nacionalidades de passageiros

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias