ATARDE.com.br

Fale conosco
Empresas do Grupo
Buscar
Sáb, 18/08/2012 às 22:52

Base deficiente é outro desafio para os gestores

Kleyzer Seixas
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “,” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

De: Fulano de Tal

Dados enviados com sucesso.
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Além de melhorar a estrutura da educação de uma forma geral, viabilizando o contato permanente do aluno com o meio acadêmico e incentivando a sua participação, a educação de base também foi apontada pelos educadores entrevistados pela reportagem como um outro grande desafio a ser enfrentado na próxima gestão.

A deficiência nesse nível é comparada a um prédio grande cuja estrutura mais importante, a da base, que é aquela ligada ao chão, estivesse apodrecida. Na Escola Municipal Francisco Leite, localizada no bairro de Águas Clara, 30% dos 720 alunos têm dificuldade para ler, de acordo com a diretora. "Por causa dessa falta de preparo nos anos iniciais, acabamos tendo alunos em anos avançados, como o sexto ano, por exemplo, que nem sabem ler ou escrever", informa a diretora, Maria Adelma.

Salas lotadas - Muitas vezes, a deficiência nesse nível é ocasionada por salas cheias para o processo de alfabetização. Nas unidades municipais, por exemplo, são, em média, cerca de 35 alunos por sala, o que é considerado inadequado por educadores. O ideal, segundo a diretora da Escola Professor Cláudio Veiga, Luciane Varjão, seriam até 25 anos ou, então, que os educadores contassem com auxílio de monitores.    

A má-formação do corpo docente é também um complicador, comenta Iracy Picanso, do Conselho Estadual de Educação. "Se tem educação de base deficiente, os professores são reflexo disso também".

Saiba mais

Publicidade

Publicidade

 marca do a atarde
  • notícia
  • esporte
  • entretenimento
  • blogs e colunas
  • cidadão repórter

assine

Salvador e região metropolitana

(71)3533-0855

Demais localidades

0800 071 8500

SEG a SEX:7h às 19h

SAB,DOM e feriados: 7h às13h

WhatsAPP

(71) 9601-0020

Redação:

(71) 3340-8800

Central:

(71) 3340-8500

Classificados:

(71) 3533-0855

anuncie classificados

(71) 3533-0855