Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Fale com a Redação

Seg , 27/08/2012 às 23:07

Pelegrino e ACM Neto têm maiores doações

*João Pedro Pitombo

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+
  • Eduardo Martins | Agência A TARDE

    Candidato do DEM teve várias fontes doadoras, enquanto o do PT recebeu doação da OAS

Os candidatos a prefeito de Salvador ACM Neto e Nelson Pelegrino receberam as duas maiores doações individuais até o dia 2 de agosto, segundo dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral, que pela primeira vez abriu o nome dos doadores de campanha antes das eleições. 

Confirmando a capital baiana como prioridade do Democratas nas eleições municipais deste ano, ACM Neto recebeu R$ 500 mil do diretório nacional do partido, com recursos do fundo partidário. O petista Nelson Pelegrino, por sua vez, recebeu  R$ 500 mil da construtora OAS, responsável por obras estaduais como a Via Expressa Baía de Todos-os-Santos e Arena Fonte Nova. Até  agosto, a empreiteira havia sido a única doadora do petista.

Apesar de ter mais de 90% custeada pelo diretório nacional, o candidato ACM Neto recebeu recursos de diferentes fontes, incluindo  o diretório estadual e pessoas físicas como os empresário Ruy Lemos Sampaio, Carlos Calumy, Carlos Otávio Rocha e João Carlos Tourinho Dantas, além dos médicos Carlos Sampaio Filho e César de Araújo Neto.

Terceiro com a campanha mais cara em Salvador, Márcio Marinho (PRB) recebeu R$ 295 mil, sendo 100% dos recursos oriundos do fundo partidário. O candidato peemedebista Mário Kertész recebeu uma única doação - em forma de equipamentos de informática - da  microempresa A C de Paula Neto no valor de R$ 6,7 mil.

Hamilton Assis, do PSOL, recebeu  R$ 5,3 mil por meio de duas doações de pessoas físicas - Antonio Maurício Freitas Brito e Luciana Teixeira de Souza.

Já o candidato Rogério da Luz (PRTB) não registrou doações de campanha.

Interior - No interior, candidatos de municípios como Camaçari, Catu, Senhor do Bonfim, Barreiras e Tabocas do Brejo Velho também receberam doações "generosas". A maior doação individual no interior foi feita em Catu: o candidato Dr. Nardison  (PTB) recebeu  138 mil do Comitê Financeiro Municipal. Em Barreiras o peemedebista Zito Barbosa recebeu 118 mil do comitê municipal.

As principais doações de empresas privadas no interior ocorreram em Camaçari, onde o petista Ademar Delgado recebeu R$ 100 mil da rede hoteleira Vila Galé. Em Dias D'Ávila, a também petista  Jussara Márcia obteve R$ 100 mil da Paranapanema, empresa que tem um complexo industrial na cidade. 

*Colaborou Donaldson Gomes

Candidatos a vereador arrecadam R$ 1,5 milhão

 

Os candidatos a vereador de Salvador tiveram até o dia 2 deste mês uma arrecadação de R$ 1,5 milhão. Os candidatos do PT foram o que mais arrecadaram recursos neste início de campanha. Foram R$ 254,1 mil divididos entre 19 postulantes a uma cadeira na Câmara Municipal.

Com três vereadores na atual formação da Câmara, nenhum deles eleito pelo partido, o PP é o segundo  com mais recursos arrecadados: R$ 215 mil divididos entre 16 candidatos. O PSC vem na sequência com R$ 188 mil amealhados para a disputa, seguido do parceiro PMDB, que arrecadou R$ 147 mil para a campanha de vereador.

Os candidatos a vereador em Salvador que mais arrecadaram individualmente foram Heber Santana (PSC), com R$ 58, 2 mil; Fabíola Mansur (PSB), com R$ 50 mil; os peemedebistas Alfredo Mangueira, com R$ 49 mil e Pedrinho Pepê com R$ 47 mil; seguidos pelo novato Leo Prates (DEM), com R$ 43 mil.

Comitês - Entre os comitês financeiros das candidaturas a vereador, o PSC foi o campeão de recursos com R$ 195,5 mil advindos do diretório estadual. na sequência, aparece o PT com R$ 24 mil em doações para o comitê financeiro para vereador. Com comitê único, agregando candidaturas a vereador e a prefeito, o PRB recebeu R$ 300 mil do diretório nacional para investir  tanto na campanha majoritária como na proporcional. 

Entre os diretórios municipais, o que mais arrecadou neste primeiro mês de campanha foi o do PT, com R$ 80 mil em recursos. Na sequência vem o PRB, que arrecadou R$ 45 mil, seguido do PSB, que conseguiu recursos da ordem de R$ 10 mil. Também arrecadaram o PMDB, PP e PPS.

comentários(0)
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

10/03/2014 às 11:18

El Salvador: dois candidatos declaram vitória em eleição

A pequena diferença de votos na eleição presidencial em...

10/04/2014 às 16:40

Todas siglas estão mostrando pré-candidatos, diz Aragão

O vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio Aragão,...

29/03/2014 às 07:53

Klitschko desiste de concorrer à Presidência da Ucrânia

Vitali Klitschko, o boxeador ucraniano que se tornou...

12/02/2014 às 17:51

Dilma quer palanque com até quatro candidatos no Rio

Na disputa pelo governo do Rio de Janeiro, a presidente...

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias