Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Fale com a Redação

Sex, 14/09/2012 às 09:10

Candidato do PRB vira dono de bar ‘sem gastar nada’

Alana Rizzo

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+

O candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, é sócio majoritário de um bar em Brasília sem ter gasto, segundo ele próprio, nenhum real.

 

A aquisição do estabelecimento às margens do Lago Paranoá foi responsável pelo aumento de 100% de seu patrimônio entre 2010 e 2012 - passou de R$ 1,1 milhão para R$ 2,2 milhões, segundo declarações entregues ao Tribunal Superior Eleitoral.

 

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Russomanno explicou assim sua participação no Bar do Alemão, o negócio que duplicou seus bens: "Ainda não coloquei dinheiro. Vou é administrar. O meu capital será integralizado conforme o passar dos anos e à medida que o dinheiro for entrando". O bar será inaugurado após a eleição. Russomanno não disse como conciliaria a "administração do bar" e a da cidade, caso seja eleito.

 

Segundo os registros da Junta Comercial do Distrito Federal, o candidato é responsável por R$ 1,1 milhão do capital de R$ 4,2 milhões do bar e restaurante - maior cota do empreendimento.

 

A operação financeira para tirar o projeto do papel contou com recursos de outros investidores. A principal sócia do candidato do PRB, Luna Gomes, é filha do primeiro secretário da Câmara, Eduardo Gomes (PSDB-TO).

 

Com patrimônio declarado de R$ 481 mil, Gomes disse ter recorrido a "economias pessoais, venda de patrimônio e empréstimo bancário" para entrar com R$ 1 milhão no negócio. Para o deputado, trata-se de "uma oportunidade de investimento".

 

Russomanno diz que é amigo de longa data do tucano. Também figuram como sócios Angelo Daldegan de Oliveira, Hebert Steiner e outras duas empresas: a Yellowwood Consultoria e a Unialimentar Comércio e Serviços de Alimentos Ltda. "Divulga mesmo porque, quando inaugurar, quero o bar lotado. Preciso mostrar para meus sócios que era mesmo um bom investimento", comentou Russomanno. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

comentários(0)
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

21/07/2014 às 11:52

Campos inaugura comitê de campanha em SP com Erundina

Puxado por uma Luiza Erundina que cantava com força "um,...

18/07/2014 às 16:47

Rede SP indica apoio a Benko, Natalini e Maringoni

A Rede Sustentabilidade, grupo ligado à vice na chapa de...

11/07/2014 às 20:43

Padilha defende 'caráter democrático' da Convenção

O candidato do PT ao governo de São Paulo, Alexandre...

07/07/2014 às 08:34

Alckmin prioriza ponto fraco da administração

No primeiro dia de campanha eleitoral oficial, ontem, o...

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias