ATARDE.com.br

Fale conosco
Empresas do Grupo
Buscar
Sáb, 15/09/2012 às 00:39

Imbassahy decide apoiar campanha de ACM Neto

Rita Conrado
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “,” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

De: Fulano de Tal

Dados enviados com sucesso.
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Foto: Valter Pontes | Divulgação

Aliança com Imbassahy foi anunciada por Neto como elo que faltava no projeto para Salvador - Foto: Valter Pontes | Divulgação

Aliança com Imbassahy foi anunciada por Neto como elo que faltava no projeto para Salvador

Depois de um período de afastamento do processo eleitoral, o ex-prefeito Antônio Imbassahy (PSDB) anunciou, nesta sexta, 14, o seu apoio ao candidato a prefeito de Salvador pelo DEM, ACM Neto, num encontro com lideranças e militantes das duas legendas, no Hotel Fiesta. O anúncio foi feito no mesmo dia do comício de apoio  do ex-presidente Lula, em Salvador, ao petista Nelson Pelegrino  e num momento em que a pesquisa mais recente revela que Pelegrino, com 27% das intenções de voto, aproxima-se da pontuação de Neto (39%), mas lideranças do DEM minimizaram a preocupação com o crescimento do petista.

"Neto saiu na frente com 10% das intenções de voto que dizem que ele tem em Salvador e Pelegrino tenta chegar aos 30% que o PT diz  que ele possui", resumiu o ex-governador Paulo Souto (DEM), atribuindo a uma coincidência o fato de dois eventos importantes para o DEM e PT acontecerem no mesmo dia.  Para o presidente estadual da sigla, José Carlos Aleluia (DEM), "é natural que o ex-presidente Lula seja bem recebido, mas não é novidade que ele esteja na campanha do candidato do PT", disse.

Eficiência - Mexer com o ânimo da militância foi o  foco do encontro de ontem. A aliança com Imbassahy foi destacada por Neto como a peça que faltava para garantir a eficiência do projeto de governar Salvador. "Nas duas vezes como prefeito, Salvador brilhou como grande cidade, a que mais adquiriu respeito no País", disse, lembrando a escolha do tucano, em duas edições da pesquisa do Datafolha, como o melhor prefeito do Brasil.

Imbassahy procurou contrapor a  perspectiva de planejamento e eficiência do projeto democrata  com  suposta falta de know-how dos petistas. "Não adianta parceria com o governo federal se o governante é incompetente", observou, citando como exemplo o governo do estado. "O que a Bahia ganhou em posição econômica nos oito anos de parceria com Lula e Dilma?", perguntou. "O candidato do PT pode até ter bons propósitos, mas quem tem competência está reunido neste salão", disse, cercado, à mesa, de lideranças das duas legendas, entre elas o ex-governador Paulo Souto (DEM).  

Imbassahy falou da sua posição em relação ao prefeito João Henrique - o tucano já  declarou que apoiaria quem menos se aproximasse de João Henrique durante a campanha, embora Neto venha se mostrando pouco contundente nas críticas ao prefeito e conte com o apoio do PTN com o aval de JH. 

"A campanha parecia um campeonato para decidir os principais parceiros de João Henrique. Nesse quesito, ficou claro que o PT era o dono da taça", ironizou, recebendo o reforço do democrata, que lembrou a atuação do PT em quatro secretarias municipais no primeiro governo de João. Neto procurou desvincular a presença do secretário municipal da educação, João Carlos Bacelar (PTN), no evento desta sexta,  ao apoio do prefeito à sua campanha.

Estratégia - "O PTN está do nosso lado antes do PV, PSDB ou PPS", afirmou. O democrata criticou a tese do PT, sobre a importância do alinhamento com os governos  estadual e federal para obtenção de recursos. "Esse discurso não cola. As verbas são constituídas e legalmente garantidas ao prefeito que tiver projetos, seja de que partido for", disse.

Imbassahy, que se afastou do processo eleitoral desde que foi pressionado pela direção do PSDB a retirar sua candidatura à prefeitura, em troca do apoio do DEM à campanha de Serra, em São Paulo, negou que o apoio a Neto seja resultado de articulação nacional: "Identifiquei o projeto de Neto como o melhor para Salvador, mas evidentemente isso agrada a meu partido".

Publicidade

Publicidade

 marca do a atarde
  • notícia
  • esporte
  • entretenimento
  • blogs e colunas
  • cidadão repórter

assine

Salvador e região metropolitana

(71)3533-0855

Demais localidades

0800 071 8500

SEG a SEX:7h às 19h

SAB,DOM e feriados: 7h às13h

WhatsAPP

(71) 9601-0020

Redação:

(71) 3340-8800

Central:

(71) 3340-8500

Classificados:

(71) 3533-0855

anuncie classificados

(71) 3533-0855