Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Política

Eleições

Vota Bahia

Sex, 14/09/2012 às 13:14

Presidente do PRB reitera em blog defesa sobre artigo

Guilherme Waltenberg

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+

O presidente nacional do PRB, partido do candidato à Prefeitura de São Paulo Celso Russomanno, Marcos Pereira, usou seu blog nesta quinta-feira para se manifestar novamente sobre a nota que a Arquidiocese de São Paulo emitiu na quinta-feira criticando sua legenda. O dirigente do PRB vinculou a nota da Igreja Católica ao período eleitoral, no qual seu candidato é o atual líder nas pesquisas de intenção de votos.

"Lamento que tal exercício de pensamento publicado há um ano e quatro meses seja usado de maneira indevida às vésperas da eleição para a prefeitura de São Paulo", disse Pereira na nota publicada às 10h25 de hoje no seu blog pessoal, numa referência a um artigo seu publicado no mesmo blog em maio do ano passado, no qual diz que a Igreja Católica tem "o controle das ações do governo, seja federal, estadual ou municipal" e responsabiliza indiretamente a Igreja Católica pela distribuição nas escolas do "kit gay" - material de combate à homofobia produzido pelo Ministério da Educação quando o candidato petista Fernando Haddad era ministro.

No documento da Igreja, a Arquidiocese afirma que Pereira "fomenta a discórdia" mesmo fora do poder, e questiona: "O que esperar se o conquistarem (o poder), mesmo parcialmente, pelo voto?", em referência às eleições municipais deste ano.

Ontem, Pereira já havia se justificado sobre sua publicação. "Era uma época em que eu estreava no blog e vivíamos um momento específico, que era o possível lançamento do famigerado kit gay".

Em seu texto de hoje, ele voltou a reforçar essa argumentação, dizendo tratar-se de uma "análise dos fatos sob o contexto daquela época". Além disso, ele se defendeu dizendo que estava manifestando a sua liberdade de expressão, "sem qualquer conotação política ou eleitoral".

comentários(0)
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

31/07/2014 às 16:50

Pesquisa que vale é o 'data povo', diz Padilha

O candidato do PT ao governo do Estado de São Paulo,...

30/07/2014 às 20:56

Ibope: para Senado por SP, Serra tem 30% e Suplicy 23%

O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) está em...

30/07/2014 às 20:47

TRE-SP intima por edital 540 candidatos impugnados

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP)...

30/07/2014 às 19:54

Ibope: Alckmin tem 50%, Skaf 11% e Padilha 5%

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB),...

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias