Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Fale com a Redação

Dom, 16/09/2012 às 09:30

'Estado', Cultura e YouTube fazem debate amanhã

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+

Interatividade, uso de ferramentas digitais e transmissão em diversas plataformas são as principais características do debate que o Grupo Estado, a TV Cultura e o YouTube promoverão amanhã à noite entre os principais candidatos à Prefeitura de São Paulo.

No início do programa, que será transmitido pela internet e pela rádio Estadão ESPN, além da TV, os candidatos responderão a oito perguntas gravadas por internautas no YouTube e selecionadas por jornalistas.

Quatro jornalistas do Estado também farão perguntas: os repórteres Julia Duailibi e Bruno Paes Manso, no local do evento, e João Bosco Rabello e Gustavo Chacra, respectivamente diretor da Sucursal de Brasília e correspondente em Nova York, que usarão o Hangout, ferramenta de videoconferência do Google+, para se dirigir aos candidatos desde suas cidades de atuação.

"A junção de uma empresa jornalística, uma emissora de TV pública e um canal de vídeo de largo alcance amplia os efeitos do jornalismo e da prestação de serviços aos cidadãos de todas as faixas etárias", disse o diretor de Conteúdo do Grupo Estado, Ricardo Gandour. "É a união de múltiplas plataformas para atender à audiência onde quer que esteja", afirmou o diretor de Estratégias e Mercados Digitais do Grupo Estado, José Papa Neto.

Para o vice-presidente de Conteúdo da TV Cultura, Fernando Vieira de Mello, a parceria "coloca a tecnologia a serviço do eleitor, que terá participação decisiva no debate".

"O direito de votar e escolher nossos governantes é uma grande conquista", disse o diretor de Conteúdo do YouTube, Álvaro Paes de Barros. "É importante usar bem esse direito. E, para usá-lo bem, é importante termos acesso a informações, ter a habilidade de interagir com aqueles que querem legislar. É isso o que o YouTube e o Google+ oferecem nessa parceria."

O debate, que será mediado pelo jornalista Mario Sergio Conti, terá início às 21h15. Com cinco blocos, o programa deve durar cerca de duas horas e meia. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

comentários(0)
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

25/08/2014 às 18:00

Polêmica com 'tesão' foi coisa da imprensa, diz Mendonça

O marqueteiro do candidato ao governo Paulo Skaf (PMDB),...

25/08/2014 às 17:49

Aloysio: Alckmin responderá ataques com propriedade

São Paulo, 25/08/2014 - O senador e candidato a...

24/08/2014 às 09:05

Skaf foca segurança em debate e Padilha evita confronto

Sem a presença do governador e candidato à reeleição...

27/08/2014 às 12:33

Secovi-SP enviará reivindicações para presidenciáveis

A mobilização política foi o tom da abertura da convenção...

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias