Pular navegação e ir direto para o conteúdo

Fale com a Redação

Qui, 11/10/2012 às 23:36 | Atualizado em: 11/10/2012 às 23:41

TCE dá prazo a Ebal para explicar acusações

Regina Bochicchio

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres


(*) Todos os campos são obrigatórios

Reportar Erro:

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo A TARDE preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Máximo 200 caracteres

(*) Todos os campos são obrigatórios

-A A+
  • Arestides Baptista | Ag A TARDE. Data: 09/01/2012

    O presidente da empresa, Reub Celestino, nega supostas irregularidades

 

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Estado (TCE) resolveram, nesta quinta-feira, 11, dar um prazo de 60 dias para que a Empresa Baiana de Alimentos (Ebal) instaure uma sindicância interna para apurar supostas irregularidades e outros fatos apontados no relatório de auditoria da casa relativa a 2011. O teor do relatório também contraria recentes afirmações do presidente da Ebal, Reub Celestino, de que a empresa está andando com as próprias pernas (no verde) e não recebe repasses do governo há um ano e dois meses (leia abaixo). O relator do processo foi o conselheiro substituto Pedro Humberto, que está no lugar de Pedro Lino, em férias.

Segundo o TCE, só em 2011 a Ebal recebeu R$ 37,4 milhões do Estado, sendo a última parcela em dezembro de 2011. Entre 2006 e 2011 foram R$ 665 milhões em repasses. O TCE também determinou a elaboração de um plano de ação para correção das deficiências apontadas. Reub já adiantou para a reportagem que nega irregularidades e afirma não ver problemas em cumprir as determinações do tribunal. Ele disse, ainda, que os técnicos do tribunal "fazem o relatório da forma como percebem" e que eles (Ebal) enviarão a resposta "mostrando como foi feito".

O TCE encontrou, por exemplo, indícios de sobrepreço nos leitores de código de barras adquiridos para a Cesta do Povo. Uma pesquisa de mercado apontou um valor de R$ 690 por unidade, mas a Ebal os teria comprado por R$ 1.214.

Cerveja - A venda de latas de cerveja também foi questionada. Segundo auditores, há lojas vendendo por atacado  - o que estaria ferindo o estatuto da empresa. Só a loja de Senhor do Bonfim chegou a vender 18 mil latinhas num só dia. Donos de comércio estariam comprando nessa loja.

A cerveja responde por mais de 17% de todas as vendas da Cesta, afrontando o objetivo social da empresa que seria o de prover a população mais pobre com produtos de primeira necessidade, entende a auditoria. São comercializadas a Nova Schin e a Skol. Além disso, entre 25 itens que compõem esses produtos, 14 estariam com preço acima do praticado pelo mercado convencional.

O TCE aponta, ainda, a ausência de um documento que comprove a finalização das obras na loja Cesta do Povo nas Sete Portas, que está fechada. A Concreta Engenharia contratada em 2009 por dispensa de licitação para reformar essa loja recebeu R$ 1,1 milhão, após dois termos aditivos de valor. O preço inicial era R$ 980 mil. A loja, porém, não está funcionando.

O documento aponta que apesar dos repasses, há muitas lojas fechadas ou em mau estado de conservação.

comentários(1)
  • comentar

    Esqueceu sua senha?

    Digite aqui seu e-mail

    Esqueceu seu login e/ou senha?

Hamilton Sousa, 12/10/2012 às 10:11

Srs. do TCE, trabalhei na EBAL de 92 à 02 e sair da empresa com o pagamento do dissidio coletivo não pago. Quando terei este pagamento recebido? Ainda há justiça neste país? em pior situação estão os funcionários que não podem nem se expressar como eu faço neste momento. Socorro Justiça baiana!

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

outras notícias

20/10/2014 às 20:06

Datafolha: Dilma tem 52% e Aécio, 48% dos votos válidos - Foto: Agência Reuters

Datafolha: Dilma tem 52% e Aécio, 48% dos votos válidos

20/10/2014 às 11:08

TSE prevê que problemas com votação biométrica serão menores - Foto: Agência Brasil

TSE prevê que problemas com votação biométrica serão menores

20/10/2014 às 08:13

Ministras renunciam no Japão

As ministras japonesas da Indústria, Yuko Obuchi, e da...

18/10/2014 às 10:51

Oposição demoniza o PT na visita de Aécio - Foto: Editoria de Arte A TARDE

Oposição demoniza o PT na visita de Aécio

< >

Imprimir

imagem

Antes de imprimir lembre-se da sua responsabilidade e comprometimento com o meio ambiente.

Se preferir, envie por e-mail ou gere um arquivo em .pdf

Deseja realmente imprimir? nãosim

Botão Fechar
Copyright © 1997 - Grupo A TARDE.Todos os direitos reservados.
Rua Prof. Milton Cayres de Brito n° 204 - Caminho das Árvores - Salvador/BA. CEP: 41.820 - 570 Tel.: ( 71 ) 3340 - 8500 | Redação: ( 71 ) 3340 - 8800
últimas notícias