Centro Sul Baiano

Claudia Lessa Sex , 03/08/2018 às 18:22 | Atualizado em: 03/08/2018 às 19:01

Roteiro de grutas da Chapada Diamantina será aperfeiçoado



As oportunidades de exploração de grutas e cavernas oferecidas pelo Parque Nacional da Chapada Diamantina podem ser roteirizadas, a partir de um plano de um novo trabalho que inclua sinalização turística, infraestrutura, capacitação da mão de obra e promoção. A proposta é do secretário do Turismo da Bahia, José Alves, e tem como objetivo fortalecer o turismo local, conciliando a visitação com a preservação ambiental. A ideia do gestor foi discutida, nesta sexta-feira (3), com representantes das grutas, do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), do Instituto de Geociências da UFBA e da Sociedade Baiana de Espeleologia.

O plano da Secretaria de Turismo do Estado da Bahia prevê ação conjunta entre os poderes público e privado, a exemplo da experiência que permitiu o lançamento da Estrada do Chocolate, entre Ilhéus e Uruçuca. O secretário José Alves afirmou que a união de esforços abrange vários setores do governo estadual, como Meio Ambiente e Infraestrutura. “A meta é aperfeiçoar os roteiros para ampliar o fluxo turístico, contribuindo para que o visitante permaneça por mais tempo na Bahia”, pontuou.

Os representantes das grutas firmaram compromisso de formatar novos roteiros das chamadas cavernas monumentais e já marcaram nova reunião para detalhamento do trabalho. Nesse meio tempo, afirma o secretário, a SETUR vai articular ações junto às Secretarias do Meio Ambiente e Infraestrutura para acelerar a solução de questões relativas ao plano de manejo das grutas e cavernas e garantir a melhoria de estradas vicinais.

Cavernas catalogadas

A Bahia possui 1.303 cavernas catalogadas pelo Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Cavernas (CECAV), ligado ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). As cavernas formadas em arenitos, do Grupo Chapada Diamantina, estão entre as mais espetaculares e raras do mundo, a exemplo da Gruta do Lapão, no município de Lençóis, que tem mais de 1 km de extensão. Entre as grutas existentes com formação calcária destacam-se como as mais extensas a Lapa Doce ll, com 9.800m; a Gruta da Torrinha, com 6.500m; a Gruta do Ioiô e a Gruta do Impossível, ambas com 4.000m de extensão. Atualmente, são exploradas turisticamente a Lapa Doce l, Torrinha, Pratinha, Gruta Azul e a Gruta do Lapão, em Lençóis, esta última esculpida em arenitos.