Extremo Oeste Baiano

Claudia Lessa Qua , 07/02/2018 às 11:37 | Atualizado em: 07/02/2018 às 11:41

Produtores pedem conclusão de rodovias para incrementar desenvolvimento do Oeste



Os agricultores baianos se reuniram com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa, com o objetivo de verificar o andamento da conclusão de trechos inacabados da BR-135, que liga as sedes dos municípios de São Desidério a Correntina, no Oeste do Estado, um dos principais polos agrícolas do Brasil. No encontro, eles também solicitaram urgência na finalização de trechos inacabados da BR-020, que liga Santa Rita de Cássia e Campo Alegre de Lourdes, e da BR-030, para o asfaltamento do trecho Carinhanha/Feira da Mata/Cocos e de Cocos a Mambaí (GO). Os produtores rurais acreditam que a conclusão das obras irá promover o desenvolvimento econômico na região.

O presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (ABAPA), Júlio Cézar Busato, explicou ao ministro que esses trechos são essenciais para melhorar a trafegabilidade, o acesso da população e o escoamento da produção. “Além de melhorar a acessibilidade de quem precisa se deslocar entre as cidades, vai ajudar a reduzir os custos de transporte da produção. No caso da BR-135, precisa ser finalizada a ponte do Rio Guará, inacabada há nove anos. Na atual, de madeira, não passa veículos com cargas pesadas. Na BR-020, a rodovia iria reduzir a distância para o mercado do nordeste, principalmente para o escoamento da soja e do milho para as regiões produtoras de grãos de Garganta e Coaceral, em Formosa do Rio Preto (BA)”, detalhou.

O prefeito de Cocos, Marcelo de Souza, reforçou sobre a importância da rodovia para ligar a sede do município para a região produtora por meio da BR-030: “Teremos um aumento de renda do comércio e emprego na cidade com o melhor acesso entre a sede e a área produtora. Por causa do isolamento, não estamos tendo essa oportunidade de crescimento”.