Extremo Oeste Baiano

Da Redação Qua , 07/02/2018 às 16:44 | Atualizado em: 07/02/2018 às 16:49

Bahia consolida nova rota de algodão para o mercado internacional


A nova rota de algodão para o mercado internacional, via Porto de Salvador, foi avaliada como satisfatória - Foto: Divulgação
A nova rota de algodão para o mercado internacional, via Porto de Salvador, foi avaliada como satisfatória
Divulgação

O presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (ABAPA), Júlio Cézar Busato, e o gerente geral da Mediterranean Shipping Company (MSC), Guilherme Monteiro, em encontro na capital paulista, avaliaram satisfatória a nova rota de algodão para o mercado internacional, via Porto de Salvador. A logística de transporte foi desenvolvida ao longo do ano passado e implementada no último 21 de novembro, com a exportação de uma carga de 200 toneladas de algodão embarcada rumo à Turquia, no Oriente Médio.

O representante da MSC, líder global no transporte de contêineres, destaca que, em função do sucesso no embarque do algodão do Oeste da Bahia, via Porto Salvador, a expectativa é o incremento das exportações com a manutenção por parte da armadora das duas escalas semanais do local. “Há a garantia na qualidade desta logística, sem atraso da entrega da mercadoria para os compradores de outros países”, afirma.

O presidente da ABAPA, por sua vez, acredita que, passada a fase de testes, essa nova rota tornou-se realidade. “Vamos buscar, este ano, nos concentrar em aumentar o volume de algodão exportado e solidificar esta rota marítima para garantir maior segurança ao despachar o produto e maior rentabilidade do produtor com a redução dos custos logísticos, principalmente o frete rodoviário até São Paulo”, afirma Busato.