Metropolitana

Claudia Lessa Qui , 11/10/2018 às 12:39 | Atualizado em: 11/10/2018 às 12:44

Escritores baianos lançam livros na FLICA



Autores baianos fazem lançamentos de livros durante a oitava edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (FLICA), que tem início nesta quinta-feira (11) e prossegue até domingo (14), no município de Cachoeira. Ainda dentro da programação do evento, debates literários, exposições, apresentações artísticas, palestras e contações de histórias, entre outras atividades para adultos e crianças.

A edição comemorativa de Cadernos Negros 40 anos será relançada no primeiro dia da FLICA. Com publicações anuais desde o seu primeiro lançamento, a antologia afro-brasileira completa quatro décadas, sempre com textos assinados por escritores que marcam a história com reflexões sobre a temática. O 40º volume conta com 42 autores e com texto da contracapa assinado pelo ator Lázaro Ramos. Nessa celebração, que acontece às 15h30, na Casa Educar para Transformar, estarão presentes sete dos oito autores da Bahia, de acordo com os organizadores do evento.

Já na sexta-feira (12), haverá lançamento e bate-papo com os autores Franciel Cruz e Alex Simões, autores dos livros "Ingresia" e "Trans formas são", respectivamente. O evento também será no auditório da Casa Educar para Transformar, às 16h30. No sábado (13), os autores baianos Caó Alves, José Walter Pires e Emanuela de Carvalho lançam seus livros “Almofadas com pelos de gato”, “A Epopéia de Horácio de Matos: o coronel da chapada” e "A terceira pessoa depois de ninguém" e batem papo com a plateia, às 16h30, no mesmo local dos lançamentos anteriores.

“A FLICA é um espaço privilegiado, uma vez que oferece um lançamento para um público mais sensível à leitura e interessado na atividade. Além disso, disponibilizarmos divulgação e necessidades técnicas que resultam em mais visibilidade para o autor e oferece oportunidade do leitor ter acesso ao autor”, enaltece a diretora Bárbara Falcón, da Diretoria do Livro e da Leitura (DLL), da Fundação Pedro Calmon (FPC).

Campanha

A partir da campanha “Leia e passe adiante”, em sua segunda edição, a FPC doará três mil livros para o público da FLICA. O principal objetivo é incentivar o hábito da leitura e faz parte do Plano Estadual do Livro e Leitura. A Diretoria do Livro e da Leitura da Fundação Pedro Calmon pretende, ainda, incentivar a formação de mediadores de leitura e fomentar e divulgar a produção de livros.