Metropolitana

Claudia Lessa Qua , 05/12/2018 às 18:20 | Atualizado em: 05/12/2018 às 18:21

Consórcio público de saúde define gestão da Policlínica de Simões Filho



Os valores, as regras e os critérios de participação financeira na cobertura das despesas da Policlínica Regional de Simões Filho foram definidos em reunião entre os representantes dos municípios que integram o Consórcio Público Interfederativo de Saúde da Região do Metro Recôncavo Norte (MRN). Também foi estabelecida a gestão dos serviços que serão prestados no equipamento, bem como apresentada, oficialmente, a nova conjuntura de integrantes que irão administrar a unidade.

A presidente do consórcio e prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, destacou que a previsão é que a policlínica inicie as atividades em março de 2019, atendendo a pacientes das cidades de Mata do São João, Conde, Simões Filho, Camaçari, Lauro de Freitas e Dias D' Ávila. "Serão disponibilizadas mais de 48 mil consultas anuais em 18 especialidades, além de exames de alta complexidade, como ressonância magnética", disse Moema.

Com investimento superior a R$ 17,5 milhões, entre obras e equipamentos, a unidade será instalada em um edifício de três pavimentos onde os pacientes terão acesso a diversas especialidades médicas, a exemplo de Angiologia, Cardiologia, Endocrinologia, Gastrenterologia, Neurologia, Ortopedia, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Ginecologia/Obstetrícia, Mastologia e Urologia.

A seleção pública dos profissionais que atuarão na unidade será executada pela Fundação Centro Federal de Educação Tecnológica da Bahia (CEFET-BA). Os salários chegam a R$ 4.388,32. São vagas destinadas aos cargos de médico, enfermeiro, psicólogo, farmacêutico, nutricionista, ouvidor, assessor técnico, técnico em enfermagem, técnico em radiologia e assistente administrativo.