Metropolitana

Da Redação Sex , 20/09/2019 às 11:13 | Atualizado em: 20/09/2019 às 11:16

Prefeitura faz parceria de crédito para agricultores, pescadores e artesãos



Uma parceria de crédito rural entre a Prefeitura Municipal de Mata de São João e o Banco do Brasil, viabilizada pela Secretaria de Agricultura e Pesca (SEAGRI), foi oficializada nesta semana, beneficiando cerca de 100 famílias de agricultores familiares, pescadores e artesãos. Eles, agora, poderão se habilitar no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF), que disponibilizará cerca de R$ 3 milhões em crédito.

O prefeito Marcelo Oliveira falou sobre a parceria. “É com muita alegria que anunciamos essa parceria com o Banco do Brasil. São R$ 3 milhões em crédito e aqueles que se habilitarem, a prefeitura, através da Secretaria de Agricultura, vai prestar todo o suporte técnico, toda a orientação para que esse recurso seja bem aplicado e que as pessoas tenham resultado”. O secretário de Agricultura e Pesca, Cristiano Magalhães, completou: “A ação é mais uma etapa no estímulo à gestão da produção e da comercialização de produtos agropecuários de Mata de São João”.

O incentivo tem também o objetivo de fortalecer a cadeia produtiva agrícola dentro do município, que tem grandes potenciais, tanto de produção, quanto de consumo. Entre outras ações de incentivo, a prefeitura realiza o Capacitar, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), que tem oferecido cursos em diversas áreas ao longo do ano, para diversas comunidades agrícolas.

O supervisor regional do Banco do Brasil, Fábio Ricardo, também comentou sobre a parceria com a prefeitura municipal. “Mata de São João tem muita coisa boa: um solo maravilhoso, uma geografia privilegiada, o apoio da prefeitura e oportunidades como poucos municípios têm”. Aqui tem um complexo turístico com potencial para consumir os produtos e está perto da Ceasa e de um mercado consumidor com seis milhões de habitantes, que é Salvador. Vejam o potencial de consumo que a região tem. Com o apoio, o desprendimento de cada um, seja na pesca, no artesanato ou na agricultura familiar, tenho certeza de que esste projeto já nasceu vencedor”.

Acesso

Para ter acesso aos créditos do PRONAF é preciso ir à sede da SEAGRI, ao lado da prefeitura, para levar os documentos e se informar sobre o processo de inscrição. Os valores a serem concedidos variam entre R$ 2,5 mil e R$ 100 mil, a depender do projeto apresentado. “Os interessados devem levar os documentos pessoais, a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) e o Título da Terra”, enfatiza o secretário Cristiano Magalhães.

Ainda de acordo com o gestor, serão priorizados as cerca de 800 famílias que estão cadastradas na SEAGRI, além dos pescadores, artesãos e agricultores que fazem parte do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Todos os inscritos, segundo ele, terão um projeto elaborado por uma empresa especializada.