Metropolitana

Da Redação Qui , 05/12/2019 às 13:08 | Atualizado em: 05/12/2019 às 13:14

Centro de Controle de Zoonoses alerta sobre riscos da dengue



Durante a Semana Nacional de Combate ao Aedes aegypti, as ações para o enfrentamento do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya são intensificadas pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Lauro de Freitas e seguem até sexta-feira (6).

No início desta semana, equipes de Educação, Saúde e Mobilização do CCZ foram até a Estrada do Coco, nos bairros de Vida Nova e Itinga, em Lauro de Freitas, para alertar a população sobre os riscos e dar dicas de prevenção. O município é apontado pelo Ministério da Saúde como de baixo risco de infestação.

O coordenador do Centro de Controle de Zoonoses, Ricardo Vieira, explicou que agentes estão realizando a pulverização em pontos estratégicos para combate ao mosquito, como o pátio do Retran, no Jardim Aeroporto, a Praça da Matriz e a delegacia do centro.

Infestação – O Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) de 2019, divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SESA), em outubro, apontou infestação de 0,7% em Lauro de Freitas, o que é considerado baixo risco pelo Ministério da Saúde. O trabalho de agentes de endemias casa a casa, orientações contínuas da população e aplicação de larvicidas em locais estratégicos influenciaram o resultado positivo. A escala, criada para orientar as ações de combate, aponta que índices de 1 a 3,9 é considerado médio risco e, a partir daí, é considerado alto risco de surto.