Da Redação Sex , 16/02/2018 às 10:45 | Atualizado em: 16/02/2018 às 10:50

Enem ou Vestibular: qual é a melhor opção para começar uma graduação?



A busca pelo diploma de nível superior é o objetivo de muitos jovens brasileiros que concluem o Ensino Médio. Seja para ingressar em universidades públicas ou privadas, os estudantes dedicam boa parte do tempo aos estudos. Mas a forma de ingresso ainda é uma dúvida frequente: fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) ou o tradicional Vestibular? Os dois métodos são utilizados nas seleções, no entanto, possibilitam o acesso de formas diferentes.

O ENEM é a prova realizada pelo Ministério da Educação (MEC) e se tornou a principal porta de entrada para quem deseja trilhar o caminho universitário. Com as notas obtidas no exame, é possível se candidatar a bolsas integrais e parciais em faculdades particulares, por meio do Programa Universidade Para Todos (PROUNI), bem como financiar o curso com o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Já para as universidades públicas a inscrição acontece pelo SISU. Confira os critérios para concorrer em cada um dos programas:

  • PROUNI: as bolsas são destinadas para estudantes que tenham concluído todo o Ensino Médio na rede pública de ensino ou, na rede particular, na condição de bolsista integral durante todo o curso. Os candidatos também devem ter realizado a última edição da prova do ENEM, obtido uma nota mínima de 450 pontos e não ter zerado a redação. Além disso, existe um critério de renda familiar para a concessão da bolsa de estudo na modalidade parcial (50%) ou integral (100%) que varia de um a três salários mínimos por pessoa.
  • FIES: para se candidatar é preciso ter realizado a prova do ENEMa partir de 2010, obtido uma pontuação mínima de 450 pontos, não ter zerado a redação e ter o curso com avaliação positiva pelo MEC. Além disso, o candidato precisa se adequar a um dos perfis de seleção das novas modalidades.
  • SISU: para concorrer é preciso ter realizado a prova do ENEM, não ter zerado a redação e ser concluinte do Ensino Médio. 

Além disso, muitas faculdades da rede de ensino particular já utilizam a nota do ENEM como critério de classificação. Já o vestibular é uma prova aplicada por faculdades particulares e públicas como critério para o ingresso de novos alunos. Nesse caso, trata-se de uma prova específica, que não envolve nenhum tipo de bolsa ou financiamento e somente é aceita pela instituição que está realizando o exame.

ENEM x Vestibular: qual o melhor?

O ENEM não garante vaga automática no Ensino Superior, mas atua como uma ferramenta que possibilita o acesso por meio dos programas do governo. Dessa forma, não há concorrência entre o ENEM e o vestibular. As duas provas são muito aguardadas e temidas pelos estudantes que passam meses estudando e se preparando para ingressar em um curso que delineará seu futuro profissional. A escolha entre os dois exames depende do objetivo do candidato e, cabe a ele, avaliar e escolher qual a melhor opção.

Veja também: Vestibular 2018: saiba como se preparar para o curso escolhido

Bolsas de estudo como auxílio às mensalidades

Os programas de inclusão educacional desenvolvidos pelo governo possuem critérios de seleção específicos, por isso, o número de vagas ofertadas não contempla a todos os interessados. As bolsas de estudo tornaram-se alternativa para quem não tem condição de pagar os valores integrais das mensalidades dos cursos não abrir mão de ingressar no Ensino Superior.

O Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do país, oferece descontos de até 70% e possui parceria com as melhores faculdades, centros universitários e universidades. Além de graduação, há vagas para pós-graduação, educação básica e diversas outras modalidades. Para ter acesso a este benefício é preciso clicar aqui, escolher a cidade, o curso pretendido e fazer inscrição de forma gratuita.