Da Redação Sáb , 24/03/2018 às 08:17

Professor aposentado aprende sozinho sete idiomas



Todo mundo sabe o quanto é importante se dedicar a aprender novas línguas. Mas isso não é tarefa das mais simples. Dominar o segundo idioma não é mais um diferencial; é imprescindível. Agora imagine a proeza de aprender sete novos idiomas, sozinho!

Essa é a história de um professor aposentado de Conquista, no Triângulo Mineiro. Por amor à literatura ele aprendeu sozinho sete idiomas. Além de português, Dimas Oliveira, 63 anos, domina o inglês, espanhol, latim, italiano, francês, grego e alemão.

Criado em Conquista, Dimas fez graduação em História, na cidade de Uberaba. O autodidata que sempre estudou em escolas públicas, é apaixonado pela leitura. “Descobri livros de História para o Ensino Médio guardados em uma cesta velha. Aquele momento foi o começo de uma paixão que se estende até hoje”.

Autodidata

Foi a curiosidade pela História e o interesse pela Literatura que fez com que o professor aprendesse tantos idiomas. Ele estuda sempre com o auxílio de uma gramática e um dicionário. Inicialmente, procura formar frases bem simples. Depois, ele começa a ler pequenos textos para, por fim, chegar a livros maiores.

“O grego antigo é o idioma mais difícil de todos. Depois de quarenta anos, entretanto, consegui aprender alguma coisa”, brinca. O espanhol foi a primeira língua estrangeira que aprendeu, mas não é tão fácil como parece. “Vejo o espanhol como uma porta de entrada para o aprendizado de outros idiomas”, indica o professor.

Dimas nunca frequentou uma escola de idiomas e nem conhece o exterior. Além disso, ele não utiliza nenhum método tecnológico para aprender. O autodidata tem uma pequena biblioteca em casa com mais de 500 livros que servem como auxílio.

“A minha relação com o estudo, às vezes, me parece estranha. Sempre senti um impulso, algo misterioso que me leva sempre a aprender. É uma curiosidade inexplicável, uma vontade inesgotável de conhecer. Eu me sinto uma criança sendo levada pelo entusiasmo”, conta.

Na visão do professor, que gosta mesmo é de ser um eterno aprendiz, a educação é a única possibilidade de solução para nossos problemas, realçando sempre nosso valor e dignidade. Se, assim como Dimas, você também gosta de aprender cada vez mais, você pode contar com um incentivo a mais: uma bolsa de estudo pelo Educa Mais Brasil.

O programa oferece bolsas de estudo para cursos de idiomas, graduação e Educação Básica. Para mais informações, você pode acessar o site e saber se as instituições de seu interesse estão entre as mais de 18 mil parceiras em todo o Brasil.