Da Redação Seg , 16/04/2018 às 14:18

Atividades extracurriculares são de extrema importância para a formação do aluno



Atualmente, é possível observar que muitas escolas buscam oferecer mais oportunidades de aprendizado, na tentativa de assegurar ao aluno um ensino de qualidade e mais completo. Com o objetivo de ir muito além da grade curricular convencional. São as atividades extracurriculares, que estão ganhando cada vez mais espaço.

Rever antigos métodos de ensino e disponibilizar um ensino diferenciado para soma de conhecimentos e que seja melhor absorvido pelo estudante é de extrema importância para estimular a capacidade de pensar, refletir e aguçar a criatividade.

No mundo tecnológico, onde as crianças têm acesso ao celular, tablets e games desde muito cedo, muitas atividades estão sendo deixadas de lado. Até mesmo aquelas brincadeiras que eram frequentes na infância, como amarelinha, corda e esconde-esconde já não estão sendo muito praticadas assim. Por isso, o incentivo à prática esportiva pode ser uma alternativa para trazer de volta o importante movimento corporal à infância.

Segundo a pedagoga Miraildes Sousa Santos, as atividades extracurriculares são de grande importância pois desenvolvem as habilidades artísticas e esportivas das crianças e jovens, aumentando assim a autoestima dos mesmos, como também o espírito criativo. “É comprovado que, por essa prática, crianças e jovens melhoram sensivelmente o desempenho escolar após a prática de atividades, pois se sentem mais motivados para o estudo”.

Outro fator importante é que as escolas e colégios promovam essas atividades. Afinal, as atividades extracurriculares contribuem também para que os pais conheçam seus filhos em sala de aula e os professores conheçam melhor seus alunos, pois é possível identificar melhor as vocações que consequentemente irão ajudar na hora da escolha da profissão. Ou seja, essas atividades realmente têm o impacto e poder de melhorar muitos aspectos do ensino, seja através da natação, balé, judô, jiu-jitsu, capoeira, aula de música e canto, curso de idiomas e reforço escolar.

No papel de mãe de Maria Victoria, 11 anos, a pedagoga Marildes comenta também como a filha está despertando maior interesse pelo estudo e, consequentemente, teve um rendimento escolar melhor depois que começou a praticar aulas de jiu-jitsu no turno posterior às aulas na escola.

As atividades extracurriculares estão sendo vistas como ferramentas que tem ajudado muito para complementar o ensino e aperfeiçoar habilidades. Por isso, procurar escolas e colégios que oferecem deste serviço tem sido a prioridade para muitos pais. Os estudantes agradecem!

Incentivo à inclusão educacional

O programa de bolsa de estudo Educa Mais Brasil dispõe de parceria com as melhores escolas e colégios de todo o país, oferecendo descontos nas mensalidades de até 50%. Para ter acesso ao benefício clique aqui.