Da Redação Ter , 15/05/2018 às 11:44 | Atualizado em: 16/05/2018 às 09:44

Pós-graduação em Ensino e Autoconhecimento a favor da Consciência Humana



Uma pequena pausa na rotina escolar. Talvez seja apenas isso que seu filho precise para ter mais concentração e tranquilidade para a rotina de estudos. Em um mundo tão agitado e repleto de estímulos por todos os lados, um momento de paz e silêncio parece impensável para algumas pessoas – embora seja muito necessário e bem-vindo. A meditação consiste justamente nisso. Com o objetivo de repousar o corpo e aquietar a mente, os praticantes, sejam eles de qualquer idade, sentem inúmeros benefícios. Parece ótimo, não é? E se você soubesse que as crianças podem se beneficiar desse momento?

Foi pensando em preparar os profissionais que atuam, ou desejam atuar na Educação, que o Instituto Superior de Educação Ocidemnte (ISEO) abriu a pós-graduação em Ensino e Autoconhecimento. Em sua matriz curricular a especialização vai permitir que profissionais desenvolvam práticas pedagógicas que supere a fragmentação das áreas de conhecimento, as formas de saberes e contribuam com a integração do sentir, do pensar e do agir dos educandos.

“Trabalhamos com a especialização Consciência e Autoconhecimento na Educação e Ensino e Autoconhecimento. A transformação da sociedade só se faz através da educação, mas antes de transformar o outro é preciso trabalhar a consciência humana, a transformação individual”, defende Ana Paula Amorim, responsável pelos cursos de pós-graduação e graduação do ISEO.

A escola pode e deve oferecer aos alunos bem mais do que conteúdos de matérias do currículo tradicional. Pensando nisso, instituições estão incluindo meditação e disciplinas de consciência humana na grade curricular. Quando incorporada à rotina e praticada de maneira regular, a meditação traz uma série de benefícios à criança. A lista de pontos positivos é enorme. Entre esses pontos, destaca-se o combate ao estresse, alívio da ansiedade, melhora da concentração e até do rendimento escolar.

Todos os dias, antes de abrir o caderno e pegar o lápis e a borracha, os alunos da Ananda – Escola e Centro de Estudos iniciam o dia letivo com atividades diferentes, que incluem exercícios de alongamento para relaxar o corpo físico e, na sequência, exercícios de conectividade (reflexão, concentração, meditação, vibração, percepção, contemplação e exaltação). Durante os trinta primeiros minutos de aula, o silêncio impera em todas as salas da Educação Infantil e Ensino Fundamental I e II. “Desde que a Ananda foi implantada, em fevereiro de 1996, já iniciamos com a prática da meditação”, destaca Carina Sales, diretora da escola.

Há 22 anos, a escola Ananda é pioneira na prática meditativa no ambiente escolar na Bahia. O resulto é percebido em alunos mais concentrados, com melhores condições de compreender os conteúdos exposto em sala e mais sensíveis à questões do autoconhecimento. O estudante de Medicina Luciano Barreto Caldas, 21 anos, ingressou na Ananda aos 11 meses e já começou a ter a disciplina de Iniciação à Consciência. “Essa rotina durou até eu completar 17 anos. Percebi que isso ajudava não só nos estudos, como na vida em geral”, disse.

Mesmo depois de terminar seu período escolar, ele não abandonou o exercício da meditação. “Acho muito importante a gente dar atenção ao nosso interior, se livrar da ansiedade e do nervosismo. Isso ajuda a tomar as decisões mais corretas”, avaliou. Ele também recordou o período em que viveu em Londres e que sentiu na pele como a base que a disciplina deu foi fundamental. “Eu tive muitas provocações, pressões, muita gente me chamando para consumir bebida alcoólica, mas conseguiu resistir a tudo”, concluiu.

Luciano Barreto, é filho de Maribel Barreto diretora da área de Ciências Humanas da Fundação Ocidemnte, instituição responsável pelo ISEO. Dentro da Fundação, a mesma, luta diariamente para que a consciência humana seja disseminada na sociedade. Como mãe, tem gratidão pelo fato do filho ter estudado em uma escola onde a consciência é trabalhada desde cedo. “Eu não poderia ter escolhido outra instituição. Hoje, me tranquiliza saber que se meu filho se deparar com um problema ou caso tiver algum desafio durante a sua vida, ele saberá lidar com eles”, reconhece Maribel.

É importante ressaltar que o exercício não deve ser uma imposição, mas sim um momento prazeroso e confortável. Além disso, a medida em que a criança se familiariza e aprende a manter o foco, é possível aumentar o tempo de meditação e incorporar outras técnicas. Se você trabalha ou pretende atuar com Educação e também acredita que o incentivo a consciência humana é importante, saiba que pode fazer a pós-graduação no Instituto Superior de Educação Ocidemnte (ISEO), instituição parceira do Educa Mais Brasil.

Você ainda pode contar com ajuda bolsa de estudo de até 50% de desconto para realizar este sonho. Acesse o site do Educa Mais, selecione o curso e faça sua inscrição. Você também pode encontrar outras especializações do seu interesse. É gratuito!