Da Redação Seg , 11/06/2018 às 17:32 | Atualizado em: 11/06/2018 às 17:35

Pais trocam babás por educação em período integral



A preocupação com a segurança dos filhos, o alto preço da manutenção de uma babá e o desejo de preencher o cotidiano das crianças com atividades que favoreçam seu desenvolvimento são aspectos que fazem com que muitos optem por matricular os filhos em uma escola de período integral. Diante do desejo de oferecer sempre o melhor para os filhos, a decisão é precedida de muitas dúvidas e inquietações mas vale lembrar que não existe uma resposta certa ou errada. Cada família pode se organizar da forma que mais se adéque à sua realidade. E o melhor de tudo é que essa decisão não precisa ser definitiva.

A melhor opção para a jornalista Mylanda Mota foi a escola em tempo integral. Mãe de dois filhos, ela trabalha nos dois turnos e não tem muito tempo para acompanhar a rotina dos pequenos em casa durante o dia. A preocupação com o desenvolvimento deles é uma constante. O seu filho mais velho tem quatro anos e frequenta o berçário desde os cinco meses. “Na escola meu filho sempre teve todo acompanhamento necessário. Eu não precisava me preocupar com nada porque a escola oferece até nutricionista para cuidar da alimentação das crianças”, contou Mylanda.

O filho mais novo da jornalista tem quatro meses e também já vai começar a frequentar o berçário já que o fim da licença-maternidade se aproxima. A opção pela escola foi tomada na ponta do lápis, mesmo com o investimento dobrado. Na avaliação de Mylanda, a creche ainda fica mais em conta que a contratação de uma babá. “Além de pagar o salário para uma pessoa ficar com os meus filhos em casa, eu teria mais gastos com a luz, alimentação da minha funcionária e todos os seus direitos como férias e décimo terceiro. Colocando no papel o investimento com a escola é bem melhor”, compara.

É nesse contexto, que surgem as instituições de ensino integral, que têm como objetivo ensinar todo conteúdo escolar para a garotada, além de oferecer atividades específicas que estimulem a criatividade, autonomia, desenvolvimento saudável e ainda proporcionem bem-estar. Mas antes de matricular os filhos é importante conhecer a metodologia de ensino, verificar a higiene do local e saber como as informações do dia a dia da criança vão ser repassadas à família.

É comum que alguns pais prefiram manter a criança pelo menos um turno em casa, porque acreditam que dessa forma se tornam mais presentes no seu desenvolvimento. Porém, a escola também traz uma série de benefícios, principalmente para os pais que, assim como Mylanda, trabalham o dia todo e não têm possibilidade de ficar tão perto dos filhos.

Em Salvador, a Creche Escola Estação Infância oferece esse serviço. De manhã os estudantes são acompanhados por uma pedagoga e, pela tarde, podem ficar bem à vontade. “Aqui cuidados de tudo. Os alunos tomam banho, fazem as lições, brincam e dormem”, assegurou a direção da instituição. Além de fazer as atividades básicas que eles teriam que fazer normalmente se voltassem para casa, os estudantes ainda têm acesso a atividades extracurriculares. “Oferecemos também aula de judô, capoeira e futebol. E os pais não precisam pagar nenhum valor a mais. Está tudo incluído na matrícula”, ressaltou.

Acha que proporcionar uma educação integral e de qualidade para seu filho não cabe no seu orçamento? Com apoio de um programa educacional pode ser mais fácil. O Educa Mais Brasil oferece bolsas de estudo de até 50% para você investir na educação do seu filho. Não perca tempo! Acesse o site do Educa Mais e confira a oportunidades disponíveis na sua cidade.