Da Redação Qua , 13/06/2018 às 11:29 | Atualizado em: 13/06/2018 às 11:50

Estudante pode ter bolsa de estudo de até 70% em vestibular do meio do ano



Apesar de grande parte dos estudantes que fazem a preparação para o vestibular focarem nas avaliações de fim de ano para darem início à graduação no período seguinte, o segundo semestre pode marcar também o início de um novo ciclo. Nesta época, diversas instituições de Ensino Superior abrem inscrições para o vestibular de inverno. E o melhor: muitas oferecem bolsas de estudo com até 70% de desconto nas mensalidades. Por isso, é preciso estar atento para abraçar as oportunidades disponíveis em todo o Brasil.

“Eu acho uma ótima ideia porque, geralmente, quem se prepara para o vestibular, não estuda um ano e interrompe. Em geral, a pessoa continua até ser aprovada no curso que quer. Então, quanto mais oportunidades tiver, ela estuda para fazer mais de um vestibular por ano”, pontua a estudante Marcelle Almeida Martins, de 19 anos, que está em busca da aprovação em Medicina.

Mais de 240 mil bolsas de estudo para o Ensino Superior com descontos de até 70% facilitam o ingresso nas faculdades brasileiras para o estudante contemplado por meio do programa educacional Educa Mais Brasil. O apoio financeiro é válido tanto para a graduação quanto para a pós-graduação. “O desconto que a bolsa de estudo oferece é importante porque facilita bastante o pagamento e uma outra coisa que me chama atenção é o nome que a faculdade tem por uma questão de mercado de trabalho”, ressalta Janine da Cruz Caputo, de 25 anos, que deseja estudar Engenharia de Produção.

Assim como é o caso de muitos outros estudantes, a preparação de Marcelle Martins é constante. Há três anos, está matriculada em curso pré-vestibular extensivo, que vai de fevereiro até, aproximadamente, o início de novembro. “O curso é o que me oferece toda a base teórica, com as aulas, e também tem plantão de dúvidas. Além disso, também tem aula de meditação, aula funcional”, explica a estudante ao pontuar que considera fundamental cuidar de outros aspectos do corpo. “Tem que saber como estudar e cuidar do seu estado físico e psicológico”, completa.

Como conseguir a bolsa de estudo

As bolsas de estudo ofertadas estão listadas no site do programa Educa Mais. Ao acessar a home, basta optar pela cidade e Estado em que deseja começar a faculdade, escolher o curso e os descontos que mais se encaixam no seu orçamento. Ao ser contemplado com a bolsa de estudo, basta pagar a taxa de adesão ou pré-matrícula, o que torna gratuita a matrícula (ou a primeira mensalidade) na faculdade ou instituição. Por não se tratar de um financiamento (a exemplo do FIES), o estudante não tem dívida futura ao término da graduação caso tenha feito todos os pagamentos no devido período.

Bolsa de estudo para graduação EAD

A proximidade da faculdade com a residência ou local de trabalho é um fator muito considerado especialmente quando o vestibulando já trabalha, de alguma forma, na área em que deseja se graduar. No entanto, é válido destacar que o vestibular de inverno também permite o ingresso na graduação EAD (a distância), fator que deixa de limitar a escolha pela instituição de ensino.

Leia mais: Ensino EAD é a modalidade que mais cresce no Brasil

Os polos que ofertam cursos EAD cresceram 133% desde 25 de maio de 2017, data em que foi expedido o Decreto Nº 9.057, que regulamenta o Ensino à Distância no Brasil. Com isto, as instituições EAD passaram de 6.583 para 15.394 segundo o Ministério da Educação (MEC). Esta modalidade também concentra 18% das matrículas de graduação, correspondente a quase 1,5 milhão de pessoas, de acordo com o Censo da Educação Superior de 2018, relatório mais recente publicado pelo MEC.

Como se preparar para o vestibular de inverno

Prepare o cronograma de estudos: o planejamento é o primeiro passo. Escolha um período para estudar todo o conteúdo, que pode ser de longo (um ano ou mais) ou médio prazo (semestre). Em seguida, liste as matérias e organizá-las de acordo com a importância.

Resolva questões de provas passadas: busque provas aplicadas pela instituição em outros vestibulares ou resolva questões da banca organizadora. Como os assuntos, em geral, não mudam, as questões podem ter formas similares de resolução.

Consulte materiais complementares: Busque sempre conteúdo de outros professores, cursos e disponibilizados em plataformas diferentes. Às vezes, a diferença de abordagem, ou de linguagem, pode fazer a diferença no aprendizado.