Da Redação Qui , 14/11/2019 às 10:55 | Atualizado em: 14/11/2019 às 13:35

Votação popular marca final de concurso de vídeo educativo



As 18 produções estudantis finalistas da etapa estadual do V Concurso de Vídeo Educativo estarão disponibilizados no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br), até a próxima terça-feira (19/11), para votação popular, por meio do link votacaopopular.educacao.ba.gov.br. Promovido pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), o concurso é protagonizado por alunos da rede estadual que, nesta edição, trabalharam em torno do tema “O protagonismo estudantil promovendo a saúde na escola”. A votação, da qual podem participar familiares e sociedade em geral, irá premiar seis vídeos de curta metragem.

A criação da etapa popular, uma novidade deste ano, foi destacada pelo coordenador de Educação Ambiental e Saúde da SEC, Fábio Barbosa. “Teremos três vídeos de cada subtema, selecionados pela comissão estadual. Toda a sociedade terá a oportunidade de conhecer estes trabalhos realizados nas unidades escolares da nossa rede e, também, teremos aí um processo de exercício democrático por meio do qual será escolhido um dos três vídeos que concorrem em cada subtema e os mais votados serão premiados em dezembro. Qualquer pessoa poderá exercer o seu direito do voto, sendo que terá direito a até seis votos, sendo que um de cada subtema”, detalhou o gestor.

Os estudantes trabalharam em torno de seis subtemas: Prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e Aids; Controle do mosquito Aedes aegypti e prevenção às arboviroses (dengue, chikungunya e zika, entre outros); Prevenção ao uso de álcool, tabaco e outras drogas; Promoção da alimentação saudável; Promoção da saúde ambiental e sustentabilidade socioambiental; e Promoção da cultura de paz: respeito à vida e combate ao bullying na escola.

Sobre o concurso – O Concurso de Vídeo Educativo visa estimular produção e o uso de vídeos como recursos do ensino e da aprendizagem, bem como a realização de pesquisas, considerando a realidade do Território de Identidade no qual o estudante está inserido. O projeto está relacionado, ainda, ao Novo Ensino Médio e tem como objetivo incentivar a elaboração de roteiros; a capacidade de verbalização do estudante, a atividade cultural por meio da encenação teatral, entre outras proposições efetivas de enfrentamento das vulnerabilidades à saúde dos estudantes e fomentar ações de promoção à saúde e prevenção de doenças e situações de agravos.

As filmagens puderam ser feitas com aparelhos celulares, tablets, máquinas fotográficas digitais ou filmadoras e gravadas em mídia de CD ou DVD. Os vídeos têm caráter educativo, com duração de até três minutos. Os trabalhos inscritos passaram por uma seleção na escola e, depois, pelas etapas territorial e estadual. Cada unidade escolar enviou até seis vídeos, sendo um de cada subtema, conforme o edital. Como premiação serão entregues notebook para os alunos e professores e, para as escolas, placa de menção honrosa em reconhecimento pelo trabalho pedagógico realizado junto aos alunos.