Claudia Lessa Sex , 14/02/2020 às 11:34 | Atualizado em: 14/02/2020 às 12:01

MC Feijão leva cultura do hip-hop para Arembepe neste sábado



A cultura hip-hop será representada pela voz do cantor, compositor e produtor cultural MC Feijão, neste sábado (15), a partir das 18h, na Praça dos Coqueiros, em Arembepe. O artista, 21 anos, apresenta seu novo show “RapSoul”, com o qual traz ao público boas doses de rap, poesia e roda de break-dance. Neste trabalho, Feijão valoriza a linguagem hip-hop por meio de canções como “Sou favelado”, “Desacreditados; e “Ela é sempre mais”, entre outras de um repertório que será acompanhado pelo DJ Berlota e grupo de B.Boys Cw Crew. O evento integra a programação do Projeto Orla Verão Camaçari 2020, que tem acesso gratuito.

“Estou muito feliz em poder levar meu trabalho para Arembepe, um lugar que tem uma marca histórica-cultural. Vou mostrar para o público local músicas que buscam incentivar o povo da periferia, sempre desprezado pelo sistema, a se conscientizar sobre seus direitos de cidadão”, diz o músico, que também é estudante de Publicidade e Propaganda.

Movido pelo slogan “MC Feijão alimentando sua mente”, o artista aborda em suas letras o cotidiano do povo trabalhador da periferia, as questões sociais e a força do pensamento “para uma mudança positiva na cabeça das pessoas”, como diz o próprio. “Cresci fazendo música e boas ações na minha comunidade, no Subúrbio de Salvador, a exemplo da campanha 'Criança Feliz', que produzo no Natal, quando fazemos uma festinha para a doação de brinquedos. Então, acredito que tenho contribuído para elevar a consciência das pessoas”, declara MC Feijão.

Quando tudo começou – Josenildo Almeida de Oliveira, nome de batismo de MC Feijão, ficou conhecido na rede estadual de ensino, quando na época era estudante do Colégio Estadual Dr. Luiz Togério de Souza, no bairro de Plataforma, com o videoclipe “O saber de transformar”. O material audiovisual foi exibido na Jornada Pedagógica de 2015 e, desde então, a sua ligação com o meio estudantil ganhou fôlego. Tanto que foi um dos destaques do VII Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), promovido pela Secretaria da Educação do Estado, com o rap “Use, cultive e preserve”, de sua autoria. Também ficou em 1º lugar no Festival de Música das Periferias e no 2º lugar no Festival de Poesia do Bairro da Paz, entre outras atuações, iniciadas há oito anos.

A mãe de MC Feijão, Daniele Souza Santos, fala com orgulho da trajetória do filho. “Juninho (como é chamado pela família) sempre foi estudioso e responsável. Fico emocionada e orgulhosa com o sucesso dele e com a contribuição que está dando no meio estudantil, por meio da sua música e dos seus projetos sociais”.

O artista é idealizador, ainda, dos projetos “RapSoul” e “Cultura na Praça” e já se apresentou em eventos culturais e institucionais na Arena Fonte Nova, na Sala Principal e na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, no Camarote Universitário da Universidade Federal da Bahia, na Festa Literária de Cachoeira (FLICA) e nas praças Tereza Batista e Pedro Archanjo, do Pelourinho. Para conferir a performance de MC Feijão: https://youtu.be/Llkk-BtqxiE

 

 

O evento integra a programação do Projeto Orla Verão Camaçari 2020, que tem acesso gratuito.
O evento integra a programação do Projeto Orla Verão Camaçari 2020, que tem acesso gratuito.