Nordeste Baiano

Da Redação Ter , 13/03/2018 às 08:20

Armazém da Agricultura Familiar e Economia Solidária completa cinco anos



O Armazém da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bahia, no município de Serrinha, no Território de Identidade Sisal, comemora cinco anos como uma vitrine para produtos de mais de 160 empreendimentos do setor de toda a Bahia. A unidade funciona conveniada a 45 cooperativas e beneficia, ao todo, 2.363 famílias. Administrado pela Arco Sertão, o espaço é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) - por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) -, a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE) e a Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (SUDIC).

A presidente da Arco Sertão, Eleneide Cordeiro, ressalta que o Armazém vem possibilitando a elevação da renda das famílias de agricultores familiares e de empreendedores da economia solidária. “O Armazém mostra que a Agricultura Familiar veio para ficar e é uma forma de garantir o bem viver das nossas famílias com alimentação digna e de qualidade. A nossa comercialização cada vez aumenta mais e estamos com estratégia para alcançar mais mercados”, pontua, lembrando que para a implantação do estabelecimento foi investida a quantia aproximada de R$ 1,2 milhão do Fundo de Combate à Pobreza.

De acordo com o diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, “a cada ano, a estratégia de comercialização em rede vai se consolidando e o Armazém da Arco Sertão foi quem iniciou este processo e, agora, completa cinco anos de bons préstimos para suas cooperativas e associações filiadas e para a Agricultura Familiar da Bahia".

A diretora-presidente da União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária (UNICAFES), Iara Andrade, falou sobre o espaço pioneiro na Bahia no formato de armazém, com gestão de centrais de cooperativas: “É importante reafirmar a organização e a articulação das cooperativas, que estão em processo de comercialização, e que esse armazém possibilita a organização em rede desses empreendimentos para que venha ampliar e acessar outros mercados e ofertar essa diversidade de produtos”.