Sul Baiano

Claudia Lessa Sex , 05/01/2018 às 10:24 | Atualizado em: 05/01/2018 às 10:28

Tradição secular do Reisado de São Benedito é festejado em Cairu


Grupos participantes se reúnem no Cruzeiro do Convento de Santo Antônio, às 10h, para que sigam pelas ruas da cidade - Foto: Divulgação
Grupos participantes se reúnem no Cruzeiro do Convento de Santo Antônio, às 10h, para que sigam pelas ruas da cidade
Divulgação

A secular tradição de festejar o Reisado de São Benedito, em Cairu, começa na madrugada de domingo (7), com a alvorada festiva e queima de fogos, que anunciam a chegada das embarcações. Às 10h, os grupos participantes se reúnem no Cruzeiro do Convento de Santo Antônio para que, embalados pelos sons das manifestações culturais, sigam pelas ruas da cidade. Nesse mesmo horário será realizada a missa solene em homenagem ao santo protetor dos negros e escravos, um dos padroeiros do município.

A programação segue, após a missa, com o desfile pelas ruas históricas da cidade de grupos culturais como os Congos, a Chegança, a Fanfarra Municipal de Cairu (FAMUCA), a Filarmônica Centenária Cairuense, os Congos Mirins de Cairu, a Dondoca e a Barquinha. O ponto alto da festa acontece à tarde, quando as famílias voltam a se reunir no adro do convento para o anúncio do novo reinado. Nesse momento é feita a descida da bandeira de São Benedito. No mastro estão presos pedaços de cana que, segundo a tradição religiosa, serve para curar diversas enfermidades. A programação festa se estende até segunda-feira com a apresentação da Barquinha, às 15h.