Sul Baiano

Da Redação Qui , 08/02/2018 às 10:15 | Atualizado em: 08/02/2018 às 10:24

Policlínica de Teixeira de Freitas deverá ter a sua rede de assistência ampliada


Mais de oito mil atendimentos já foram realizados na Policlínica de Teixeira de Freitas - Foto: Divulgação
Mais de oito mil atendimentos já foram realizados na Policlínica de Teixeira de Freitas
Divulgação

Embora a Policlínica de Teixeira de Freitas já tenha ofertado mais de oito mil atendimentos, o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, considera que é necessária a ampliação da rede de assistência. Isto porque, conforme o gestor, o acesso da população a consultas com especialistas e exames de alta complexidade resultou em uma maior demanda por procedimentos cirúrgicos. Em visita à unidade, nesta semana, o secretário se reuniu com prefeitos e secretários municipais de Saúde para avaliar os avanços obtidos e as dificuldades enfrentadas nesses três meses de funcionamento.

“Temos que trabalhar na outra ponta para fortalecer o sistem hospitalar e, para isso, já foi formada uma comissão com prefeitos e secretários de Saúde para avaliar o hospital e ver a possibilidade de incluí-lo no consórcio, juntamente com a maternidade da região”, pontuou Vilas-Boas. De acordo com o relatório da policlínica, as especialidades médicas que lideraram o número de consultas foram Gastroenterologia, Ortopedia, Pneumologia e Angiologia. “A unidade permite que os pacientes passem por consultas com especialistas e realizem exames de alta complexidade, como ressonância e tomografia, sem saírem da sua região”, reforça o secretário.

Parceria

As policlínicas são resultados de uma parceria entre o Governo do Estado e os municípios formados pelos Consórcios Públicos de Saúde. Nelas não são atendidas urgências e emergências e nem qualquer tipo de demanda espontânea. A unidade é equipada com aparelhos de ponta e conta com uma equipe multiprofissional formada por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e administrativos, motoristas, dentre outros.

O atendimento é feito por meio de um agendamento prévio, realizado pelas secretarias da Saúde dos municípios que fazem parte do consórcio que administra a unidade. Além de Teixeira de Freitas, participam do consórcio os municípios de Itanhém, Medeiros Neto, Vereda, Lajedão, Ibirapuã, Caravelas, Posto da Mata, Nova Viçosa, Mucuri, Prado, Alcobaça, Itamaraju e Jucuruçu. Sete micro-ônibus fazem a rota entre as prefeituras participantes, sendo os veículos equipados com ar-condicionado, televisão, poltronas reclináveis e acessibilidade para deficientes.