Sul Baiano

Claudia Lessa Sex , 09/03/2018 às 08:15

Polvos de crochê ajudam na recuperação de bebês prematuros em Porto Seguro



Polvos feitos de crochê estão sendo utilizados na unidade Neonatal do Hospital Regional Deputado Luis Eduardo Magalhães (HRDLEM), em Porto Seguro, para a recuperação dos recém-nascidos nas incubadoras. A prática, surgida na Dinamarca, em 2013, e intitulada “polvo de amor”, consiste em fazer com que o bebê sinta calma e proteção ao ser abraçado pelo brinquedo, já que os tentáculos remetem ao cordão umbilical e causam a sensação de segurança parecida a do útero materno.

A ideia de importar o projeto dinamarquês foi da Associação Brasileira de Pais, Familiares, Amigos e Cuidadores de Bebês Prematuros de Porto Alegre, que identificou melhorias nos sistemas cardíacos e respiratórios, além de um aumento no nível de oxigênio no sangue dos bebês que tiveram contato com os polvos. Por questão de segurança, os brinquedos devem ser 100% de algodão, podendo ser lavados, e com oito tentáculos de, no máximo, 22cm.

“Percebemos que o bichinho fez a diferença no comportamento e na recuperação dos recém-nascidos. Eles apresentaram melhorias no sistema respiratório e cardíaco e também têm tido um sono mais tranquilo. Esse projeto é mais uma ação de humanização inserida no HRDLEM para reforçar a nossa preocupação em prestar um atendimento de qualidade aos usuários do SUS”, destacou a coordenadora de Enfermagem da unidade neonatal, Sahasla Menezes.