Sul Baiano

Claudia Lessa Qui , 10/01/2019 às 16:55 | Atualizado em: 10/01/2019 às 18:02

Porto Seguro se destaca em qualidade dos serviços turísticos



Porto Seguro – um dos destinos turísticos da Bahia mais procurados em todas as estações do ano – aponta altos índices de aprovação dos meios de hospedagem, guias de turismo e serviços de receptivo, além da sensação de segurança relatada pelos visitantes, conforme pesquisa realizada pela Secretaria do Turismo do Estado (SETUR). Os serviços de hospedagem oferecidos por hotéis e pousadas do município foram elogiados por 86,9% dos turistas abordados. O número reflete a qualidade da rede hoteleira do município, formada por cerca de 600 meios de hospedagem e mais de 47 mil leitos.

A pesquisa ouviu mais de 400 turistas, durante a Semana do Saco Cheio, evento realizado para o público estudantil, que passou a prolongar o feriado de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro). Os estudos apontaram idade média dos visitantes de 35,5 anos, mostrando que o turismo estudantil é forte, mas pessoas de outras idades também frequentam nessa época o município marcado por belas paisagens e atrativos histórico-culturais.

Os guias de turismo locais tiveram 93,8% de menções positivas, enquanto que agências e empresas de receptivo, 88,9%. Outros setores da cadeia produtiva também foram aprovados pelos visitantes, a exemplo das diversões noturnas, que foram bem avaliadas por quase 95% dos entrevistados. Já o setor de comércio, que inclui suvenires, ficou com 84,2% de aceitação. A segurança pública do Governo do Estado, aprovada com 86,9% de referências “muito bom” e “bom” é outro aspecto importante. “Segurança é fator preponderante na decisão de qual destino visitar”, ressaltou o secretário do Turismo do Estado, José Alves.

A pesquisa da SETUR também indicou a alta taxa de ocupação dos meios de hospedagem, que chegou a 85,1% - a sede do município registrou quase 87,5%. O índice foi alcançado devido à presença de mais de 114 mil visitantes e permanência média de 5,6 pernoites em Porto Seguro. A receita turística gerada no período foi de R$ 167,6 milhões. Os turistas brasileiros foram maioria no período, registrando 95%, com destaque para mineiros, paulistas, cariocas, baianos e brasilienses. Já os principais visitantes internacionais foram Argentina, Chile, Singapura e Estados Unidos.