Centro Sul Baiano

Da Redação Sex , 12/02/2021 às 08:19 | Atualizado em: 12/02/2021 às 08:29

Ex-prefeito de Ituaçu é denunciado por superfaturamento na compra de respiradores



O ex-prefeito da cidade de Ituaçu, Adalberto Alves Luz (PTB), recebeu mais de R$ 2 milhões para o enfrentamento à pandemia. A denúncia do crime de superfaturamento ao adquirir respiradores para o Hospital Municipal de Ituaçu é do atual prefeito, Phellipe Ramonn Gonçalves Brito (PSD).

“Os aparelhos foram superfaturados. Para se ter uma ideia, um respirador, que custa no mercado, em média, R$ 12 mil, foi comprado por R$ 49 mil. Eles entregaram ao povo de Ituaçu aparelhos usados como se fossem novos. Esses aparelhos nem são mais fabricados pelo número de série. Além dos respiradores, outros equipamentos também foram superfaturados”, denunciou o gestor.

Na denúncia, já formalizada junto à Polícia Federal, o prefeito Phellipe acusa o ex-gestor de superfaturamento, crime federal contra saúde a pública, má gestão e corrupção. Para o gestor, o então prefeito colocou em risco à saúde pública ao fornecer esse tipo de equipamento para uso em possíveis casos graves da Covid-19. Um inquérito foi aberto e a denúncia será investigada. (Informações do Achei Sudoeste).