Metropolitana

Bárbara Maria | Educa Mais Brasil Ter , 04/12/2018 às 14:54 | Atualizado em: 04/12/2018 às 14:59

Biblioteca: lugar que transforma



Competências como a leitura e escrita são a base para uma educação de qualidade e o desenvolvimento da consciência crítica. É por acreditar nessa premissa que cresce o número de bibliotecas comunitárias em todo país. E, pensando em desvendar a atuação das mesmas, foi realizada a pesquisa “Bibliotecas Comunitárias no Brasil: Impacto na formação de leitores”, concluída no segundo semestre de 2018.

O estudo mostra que 86,7% dessas bibliotecas estão em zonas periféricas de áreas urbanas - regiões de elevados índices de pobreza, violência e exclusão de serviços públicos. Do restante, 12,6% delas estão em zonas rurais e apenas 7% em áreas ribeirinhas. Outro dado importante: 66,5% das bibliotecas foram criadas por coletivos - grupos de pessoas do território e movimentos sociais.

A Biblioteca Comunitária do Calabar, situada em Salvador, é uma das 143 bibliotecas que participaram da pesquisa. Além disso, ela também integra a Rede Nacional da Bibliotecas Comunitárias (RNBC). O mais interessante é que a história do surgimento da Biblioteca do Calabar se enquadra muito nos critérios analisados pela pesquisa, principalmente por se encontrar em um bairro periférico e por ter sido criada por um grupo de voluntários.

“Nossa biblioteca, surgiu a partir de um grupo de jovens que realizava trabalhos comunitários dentro da comunidade do Calabar. Foi depois de uma ação que visava reformar uma biblioteca escolar, mas que não era aberta ao público, que pensamos na possibilidade de uma biblioteca comunitária para abraçar toda população do nosso bairro”, contou Rodrigo Calabar, administrador e coordenador do espaço.

Foi em 2006 que a Biblioteca Comunitária do Calabar foi inaugurada. Inicialmente, funcionava com apenas uma sala mas, com o apoio de algumas instituições e ajuda financeira, a biblioteca cresceu e hoje se tornou o centro cultural do bairro. “Além da ajuda da população, a biblioteca funciona com a ajuda do Grupo Jovens em Ação e coordenação da Associação Ideologia Calabar”, pontuou Rodrigo.

Em relação as bibliotecas e a comunidade, a pesquisa mostra que esses espaços precisam ser pensados para assegurar práticas de leitura compartilhada. “Essas bibliotecas têm um trabalho diferenciado quando se diz respeito a mediação de leitura e enraizamento comunitário. Aqui trabalhamos muito para que a comunidade sinta a biblioteca. É por esse motivo, que realizamos tantas ações. Queremos que a sociedade entenda que esse espaço pertence a ela”.

Leitura abrindo mentes

Quando lemos, viajamos e conhecemos vários universos. E, dessa forma, só ficamos com vontade de conhecer sobre tudo, cada vez mais. Se você tem “sede” pelo conhecimento e deseja estar em constante aprendizado, conte com a ajuda do Educa Mais Brasil. O programa oferta bolsas de estudo para várias modalidade de ensino. Se interessou? Acesse o site do Educa Mais Brasil e confira todas as oportunidades que estão esperando por você.