Metropolitana

Da Redação Seg , 01/03/2021 às 19:42 | Atualizado em: 01/03/2021 às 19:46

Turistas acusam empresário de agressão em hotel de luxo em Guarajuba



Quatro turistas que passam férias em Guarajuba, município de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), acusam um empresário de agredi-los a socos dentro do hotel Vila Galé Marés. O caso ocorreu na tarde do último domingo, após uma discussão na piscina do local.

As vítimas registraram um Boletim de Ocorrência. Segundo o portal UOL, o bancário Bruno Braga Figlioli, 31, o médico Renato Hideki Inque Akiyama, 32, o corretor de imóveis Augusto Amorim, 29, e a psicóloga Valentina Baldino Cibils, 30, foram atacados por Leonardo Bruno de Oliveira Freitas, 29, após uma reclamação sobre o filho dele.

Na versão do grupo, o garoto, uma criança de 4 anos, estaria jogando água na direção de Augusto e Valentina. O casal manifestou incômodo. Uma mulher, que seria avó do menino, não teria gostado da queixa e chamou o pai da criança, que, por sua vez, teria partido para a violência física.

"O menino jogou água na gente algumas vezes, dizendo que estávamos incomodando, e nós só queríamos mais espaço, já que estava muito apertado. Mas a avó deturpou a história e começou a gritar que a gente não gostava de criança. A filha ou nora dela começou a dizer palavras de ódio e incitando 'bate na cara dele', 'bate na cara dele'. Foi aí que o pai da criança avançou em nós quatro", declarou Bruno em entrevista ao UOL.

Na versão que apresentou em depoimento, o empresário defendeu-se, afirmando que a briga generalizada começou porque o grupo agrediu a sua cunhada.

Todos os envolvidos assinaram um Termo Circunstanciado por lesão corporal. Bruno e Renato, contudo, pretendem processar o empresário nas esferas civil e penal. administração do hotel Vila Galé Marés confirmou o incidente envolvendo um grupo de hóspedes e afirmou repudiar atos de violência.