Nordeste Baiano

Da Redação Seg , 19/08/2019 às 10:02 | Atualizado em: 19/08/2019 às 10:10

Estudantes de Paripiranga são medalhistas na Olimpíada Nacional em História



O município de Paripiranga - representado por 12 estudantes do Colégio Estadual Governador Roberto Santos e únicos finalistas da Bahia na 11ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) - levou quatro medalhas na competição: uma de prata e três de bronze. A prova final aconteceu no sábado (17), na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em São Paulo, onde também, no domingo (18), se deu a cerimônia de premiação. Foram premiados 11 Estados com 15 medalhas de outro, 25 de prata e 35 de bronze. O Nordeste foi a região que mais levou medalhas – das 75 distribuídas, abocanhou 58.

De acordo com a Secretaria da Educação do Estado da Bahia, os estudantes da rede são estimulados a participar das olimpíadas estaduais e nacionais por meio do Programa Bahia Olímpica. Os estudantes do Colégio Estadual Governador Roberto Santos, no caso, foram selecionados para a ONHB entre os 1.014 inscritos em todo o Estado e formaram as equipes denominadas “Tríplice aliança”; “Demônios historiadores”; “Maria Bonita e os jagunços”; e “O mar vai virar sertão”. Esta última foi classificada pela organização da olimpíada como a melhor da Bahia por ter obtido a maior pontuação nas provas realizadas até agora.

Mateus Dias dos Santos, 19, 3º ano e morador da zona rural de Paripiranga, integrante da equipe “O mar vai virar sertão”, falou sobre o significado de participar da final na olimpíada. “Foi muito bom sair do meu Estado com meus colegas para conhecer outras pessoas, trocar experiências e adquirir novos conhecimentos. Estamos muito felizes em chegar até a final, após passarmos por seis etapas”.

A professora de História e orientadora das quatro turmas falou da satisfação em ter quatro equipes da escola finalistas. “Começamos com 14 equipes na escola e que chegaram até a última fase, na qual foram classificadas quatro e mostrar para o país que existe um trabalho de qualidade sendo feito na rede estadual de ensino da Bahia é muito gratificante”, afirmou a educadora, que acompanhou os estudantes na viagem.

Mais sobre a olimpíada - A 11ªe edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil, projeto realizado pelo Departamento de História da UNICAMP, teve início em maio, com a participação de 18,5 mil equipes, em um total de 73 mil inscritos em todo o país. A iniciativa possui seis fases online, com duração de uma semana cada. As questões de múltipla escolha e realização de tarefas foram respondidas pelos participantes por meio de debate com os colegas, pesquisa em livros, internet e orientação do professor. Cada equipe é composta por um professor de História e três alunos do 8º ou 9º anos do Fundamental ou todos os anos do Ensino Médio, pertencentes a escolas públicas e particulares de todos os Estados. A ONHB tem apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e do Programa de Pós-Graduação em História da UNICAMP.