Sul Baiano

Da Redação Seg , 29/03/2021 às 20:45 | Atualizado em: 29/03/2021 às 20:48

PM morto durante surto em Salvador é enterrado no sul da Bahia



Foi enterrado nesta segunda-feira, 29, em Itabuna (distante a 426 km de Salvador), no sul da Bahia, o corpo do policial militar Wesley Soares Góes, de 38 anos, que morreu após ser baleado por agentes do do Batalhão de Operações Especiais da Bahia (Bope) durante um surto psicótico no Farol da Barra, em Salvador.

>>Bolsonaristas usam morte de soldado para atacar medidas restritivas e incitar motim da PM

>>‘Não houve alternativa’, diz secretário de Segurança Pública sobre morte de policial

>>Após morte de soldado, entidade convoca assembleia de PMs no Farol da Barra

Segundo informações do UOL, familiares, amigos, integrantes da corporação e populares acompanharam o sepultamento de Wesley realizado no cemitério Campo Santo. O corpo chegou em Ilhéus, no aerporto Jorge Amado, pela tarde, e seguiu para Itabuna, por volta das 16h30, onde foi velado. 

A morte de Wesley foi lembrada por diversos grupos e lideranças políticas dentro e fora do estado. Em Salvador, comerciantes e policiais militares fizeram um protesto no Farol da Barra pela morte do militar.

Por meio de vídeo publicado nas redes sociais, o governador Rui Costa (PT), lamentou o ocorrido e defendeu a ação da polícia. O presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, declarou que Wesley Goés poderá entrar para a lista de homenagens da entidade.